COMPORTAMENTO

O frenetismo característico do dia a dia faz com que, cada vez mais, o ser humano precise de paz e tranquilidade no final de um dia de trabalho. Queremos, por isso, contribuir com algumas dicas para que seja mais fácil encontrar a felicidade e ter uma vida mais positiva. Inspire-se.

O frenetismo característico do dia a dia faz com que, cada vez mais, o ser humano precise de paz e tranquilidade no final de um dia de trabalho. Queremos, por isso, contribuir com algumas dicas para que seja mais fácil encontrar a felicidade e ter uma vida mais positiva. Inspire-se.
Sabia que existe mesmo o medo de dormir e que tem o nome de somnifobia? E que o homem é o único animal quer consegue adiar a vontade de dormir? Descubra mais factos interessantes sobre o sono na altura em que se assinala o Dia Mundial do Sono, este ano a 15 de março.

Sabia que existe mesmo o medo de dormir e que tem o nome de somnifobia? E que o homem é o único animal quer consegue adiar a vontade de dormir? Descubra mais factos interessantes sobre o sono na altura em que se assinala o Dia Mundial do Sono, este ano a 15 de março.
Já reparou que a culpa é sempre sua?

Na correria da vida diária, não temos tempo para estar com a nossa família e amigos, nem para fazer algum exercício físico ou cuidar da saúde. Também não temos tempo para meditar, desenvolver a espiritualidade e o nosso Eu. Recorra à Roda Vida e analise agora a sua vida pessoal, profissional, os relacionamentos e a qualidade de vida que mantém. Por Vivian Baumann.
O psiquiatra canadiano e autor de vários best sellers sobre o cérebro, Norman Doige, sugere cinco hábitos a inserir no dia a dia para melhorar o rendimento e saúde cerebral. Saiba quais são.

O psiquiatra canadiano e autor de vários best sellers sobre o cérebro, Norman Doige, sugere cinco hábitos a inserir no dia a dia para melhorar o rendimento e saúde cerebral. Saiba quais são.
Elsa Punset é uma reconhecida especialista espanhola em educação emocional e responsável pelo Laboratório de Aprendizagem Social e Emocional de Madrid, que já mudou a vida a mais de um milhão de pessoas em todo o mundo. No «O Livro das Pequenas Revoluções», apresenta 250 ideias que ajudam a mudar a vida das pessoas. Vamos dar-lhe a conhecer as suas ideias para ter o controlo da sua vida.

Elsa Punset é uma reconhecida especialista espanhola em educação emocional e responsável pelo Laboratório de Aprendizagem Social e Emocional de Madrid, que já mudou a vida a mais de um milhão de pessoas em todo o mundo. No «O Livro das Pequenas Revoluções», apresenta 250 ideias que ajudam a mudar a vida das pessoas. Vamos dar-lhe a conhecer as suas ideias para ter o controlo da sua vida.
As senhas são como as chaves da sua casa – deve fazer tudo o que pode para impedir o acesso indesejado às mesmas. Conheça as dicas do projeto 'Stay Safe Online' para proteger as suas senhas de acesso online.

Num mundo onde se pode se pode encomendar comida e pagar impostos online, pode ser desanimador ter de recordar todas as senhas associadas a cada conta. A maioria dos utilizadores contenta-se com senhas fáceis de memorizar. E isso é um perigo, segundo um estudo do Pew Research Center. Hoje é Dia da Internet Mais Segura.
As pessoas dramáticas têm tendência a criar problemas e pensam constantemente que são elas as vítimas. Meça o seu nível de drama através deste teste: quanto mais concordar com as declarações que lê na galeria, maior é a sua necessidade de experienciar momentos dramáticos.

Um estudo realizado na Finlândia verifica que os pensadores analíticos e os holísticos veem o mundo e os eventos de maneiras muito diferentes. O estudo ganha relevo porque este tipo de pesquisa tem-se focado nas diferenças culturais entre o Ocidente e o Oriente, sendo o pensamento analítico mais detetado nas culturas ocidentais e o holístico nas orientais. Agora, pela primeira vez, o estudo foi realizado dentro de uma só cultura e distinguiu as duas vertentes de pensamento.
Você pode optar por acreditar que esta será uma semana sombria e deprimente ou pode escolher fazer dela uma semana com mais cores, mais leve e feliz. A opção é sua! Veja de seguida algumas dicas.

Você pode optar por acreditar que esta será uma semana sombria e deprimente ou pode escolher fazer dela uma semana com mais cores, mais leve e feliz. A opção é sua! Por Vivian Baumann.
Deu-lhe vontade de bocejar depois de ver a imagem? É normal. Somos seres sociais inseridos em comunidades complexas e com empatia pelo outro a vários níveis: sentimentos, motivações, pensamentos, etc. Estes são alguns dos comportamentos mais contagiosos entre nós.

Deu-lhe vontade de bocejar depois de ver a imagem? É normal. Somos seres sociais inseridos em comunidades complexas e com empatia pelo outro a vários níveis: sentimentos, motivações, pensamentos, etc. Estes são alguns dos comportamentos mais contagiosos entre nós.
João Ricardo Pombeiro, sociólogo e coach, explica como lidar com os momentos em que se sente mais em baixo. Veja as dicas nas imagens que se seguem.

A terceira segunda-feira de janeiro é tida como o dia mais deprimente do ano. A euforia do Natal já lá vai, a primavera tarda a chegar. Estamos num limbo temporal e ainda por cima é inverno. Será mesmo assim?