REPORTAGENS

Nas povoações do Portugal interior, não há centros comerciais cintilantes, hipermercados recheados ou grandes avenidas cheias de lojas. Tudo isso fica a dezenas ou centenas de quilómetros de distância. É uma realidade desconhecida para a maioria dos habitantes das aldeias, sobretudo idosos sem forma de se deslocarem. Aqui, experiencia-se um regresso ao passado, porque a maioria das compras faz-se como há 50, 100 ou 150 anos: vêm ter à porta.

Nas povoações do Portugal interior, não há centros comerciais cintilantes, hipermercados recheados ou grandes avenidas cheias de lojas. Tudo isso fica a dezenas ou centenas de quilómetros de distância. É uma realidade desconhecida para a maioria dos habitantes das aldeias, sobretudo idosos sem forma de se deslocarem. Aqui, experiencia-se um regresso ao passado, porque a maioria das compras faz-se como há 50, 100 ou 150 anos: vêm ter à porta.
Os sons da música indiana começam a ouvir-se logo ao aproximarmo-nos do jardim Vasco da Gama, em Belém, que recebe hoje o primeiro Festival da Índia em Lisboa, para celebrar o 71º aniversário da independência do país, a 15 de agosto. Comida picante, vestuário colorido, danças típicas, Bollywood, yoga, vestuário e artesanato indianos… veja de seguida algumas imagens de um evento que se revelou um sucesso na sua estreia, com muitos visitantes apreciadores da cultura indiana.

Os sons da música indiana começam a ouvir-se logo ao aproximarmo-nos do jardim Vasco da Gama, em Belém, que recebe hoje o primeiro Festival da Índia em Lisboa, para celebrar o 71º aniversário da independência do país, a 15 de agosto. Comida picante, vestuário colorido, danças típicas, Bollywood, yoga, vestuário e artesanato indianos… veja de seguida algumas imagens de um evento que se revelou um sucesso na sua estreia, com muitos visitantes apreciadores da cultura indiana.
É a pedra mais dura que existe na natureza, cujo nome vem do grego ‘adamas’, que significa indestrutível. A sua beleza e raridade faz com que seja a pedra mais desejada do mundo. Mas, afinal, o que determina o valor de um diamante? Fomos saber um pouco mais no Museu do Diamante, em Amesterdão, na Holanda.

É a pedra mais dura que existe na natureza, cujo nome vem do grego ‘adamas’, que significa indestrutível. A sua beleza e raridade faz com que seja a pedra mais desejada do mundo. Mas, afinal, o que determina o valor de um diamante? Fomos saber um pouco mais no Museu do Diamante, em Amesterdão, na Holanda.
Rock in Rio Lisboa 2018

O verão chegou e com ele os festivais. Muitos associam este tipo de eventos a uma grande variedade musical, uma ingestão exagerada de bebidas alcoólicas e a refeições não muito saudáveis. Se é verdade que as duas primeiras podem estar corretas, da terceira premissa não podemos dizer o mesmo. Na presença na 8ª edição do Rock in Rio Lisboa, a MOOD constatou que existe uma cada vez maior preocupação em oferecer opções saudáveis, para servir os diferentes tipos de dietas alimentares.
Praia fluvial da Tapada Grande, Mina de São Domingos.

Localizada na Mina de São Domingos, Mértola, a praia fluvial da Tapada Grande é o refúgio para quem precisa de se refrescar ou de descontrair no Alentejo profundo. Com bandeira azul, uma extensa língua de água e uma esplanada fresca, é cada vez mais procurada na época balnear.
É um produto gourmet apreciado sobretudo ao natural com um pouco de sumo de limão. As ostras têm fama de raras e afrodisíacas, mas são ainda mais ricas do que isso. Célia Rodrigues dedica-se à produção de ostras há cerca de dez anos e é tida como uma especialista nestes bivalves. Uma espécie de enciclopédia no que a este produto diz respeito. E nós fomos conhecer a sua produção e saber um pouco mais sobre este regresso ‘das profundezas’ das ostras de Setúbal.

É um produto gourmet apreciado sobretudo ao natural com um pouco de sumo de limão. As ostras têm fama de raras e afrodisíacas, mas são ainda mais ricas do que isso. Célia Rodrigues dedica-se à produção de ostras há cerca de dez anos e é tida como uma especialista nestes bivalves. Uma espécie de enciclopédia no que a este produto diz respeito. E nós fomos conhecer a sua produção e saber um pouco mais sobre este regresso ‘das profundezas’ das ostras de Setúbal.
Janela de onde Mariana Alcoforado avistava o seu amado. Foto: terrassemsombra2018 (c) Arlindo Homem.

As paredes de Beja contam histórias fascinantes de outros tempos. Num Alentejo profundo e em tempos idos, uma freira apaixonou-se perdidamente por um militar francês… e por lá podemos ver hoje a janela gradeada de onde via o seu amado. A história peculiar de Mariana Alcoforado é o ponto de partida para mais uma edição do Festival Terras Sem Sombra, que no último fim de semana passou por Beja e que até julho vai continuar a dar a conhecer o Alentejo através da música, do património e da biodiversidade local.
O Monte Selvagem é um espaço muito grande, que lhe permite desfrutar de uma experiência de convívio com os animais ao ar livre. Nos seus 20 hectares, tem muitos animais para conhecer e até alimentar, zonas de lazer e brincadeira para os mais pequenos - com slides, baloiços e escorregas espalhados por toda a área - e agora também tem um projeto de arte ligado à natureza. A MOOD foi visitar o espaço e conta-lhe tudo. Veja as imagens.

O Monte Selvagem é um espaço muito grande, que lhe permite desfrutar de uma experiência de convívio com os animais ao ar livre. Nos seus 20 hectares, tem muitos animais para conhecer e até alimentar, zonas de lazer e brincadeira para os mais pequenos – com slides, baloiços e escorregas espalhados por toda a área – e agora também tem um projeto de arte ligado à natureza. A MOOD foi visitar o espaço e conta-lhe tudo.
A quarta edição da Feira Medieval de Corroios decorre durante quatro dias, no Parque Urbano da Quinta da Marialva, em Corroios. Até 6 de maio, o parque converte-se num portal para as Terras de Corroios, onde se pode comer, beber, dançar, lutar e ver várias artes e artifícios dos tempos medievais. Nós já lá fomos. Veja as imagens.

A quarta edição da Feira Medieval de Corroios decorreu durante quatro dias, no Parque Urbano da Quinta da Marialva. Até 6 de maio, o parque converteu-se num portal para as Terras de Corroios, onde se podia comer, beber, dançar, lutar e ver várias artes e artifícios dos tempos medievais. Nós fomos lá. Veja as imagens.
Banho antissético e antifúngico. É a primeira fase de relaxamento.

Chama-se ‘Ponha Aqui o seu Pezinho’ e é o primeiro espaço português inteira e exclusivamente dedicado às massagens típicas dos spas tradicionais dos países asiáticos, onde os pés recebem toda a atenção merecida. Sob o lema ‘relaxe, recarregue e cure’, num ambiente tipicamente português, com produtos biológicos e unicamente nacionais, a MOOD foi procurar saber mais sobre o conceito e a terapêutica asiática.