REPORTAGENS

Areais, mar e tranquilidade a perder de vista!... Já é suficiente, mas é ainda mais do que isto. Esta pacata aldeia alentejana tem muito para oferecer. Não é por isso de admirar que encha as páginas de publicações de turismo nacionais e internacionais. Mas ainda em tempos de distanciamento, ou não estivesse integrada na maior linha de praias portuguesas – 42 km entre Troia e Melides.

Areais, mar e tranquilidade a perder de vista!… Já é suficiente, mas é ainda mais do que isto. Esta pacata aldeia alentejana tem muito para oferecer. Não é por isso de admirar que encha as páginas de publicações de turismo nacionais e internacionais. Mais ainda em tempos de distanciamento, ou não estivesse integrada na maior linha de praias portuguesas – 42 km entre Troia e Melides.
Veja algumas imagens dos atrativos da Ericeira

Outrora chamada Ouriceira, consta que o seu nome deriva dos inúmeros ouriços do mar presentes na sua costa. Mas não só. Também lhe são conhecidas as suas ondas. Tem sete identificadas que são Reserva Mundial de Surf desde 2011. É a segunda reserva distinguida a nível mundial. Conheça melhor esta vila do concelho de Mafra.
Costa da Arrábida

O Parque Natural da Serra da Arrábida é dos mais belos de Portugal. Abrangendo território pertencente aos concelhos de Palmela, Sesimbra e Setúbal, junta o verde da vegetação e o azul do mar por cerca de 17 mil hectares, dos quais mais de 5 mil são de superfície marinha.
Palmela vista do seu castelo.

A chamada Balmala, pelos muçulmanos, desde sempre foi disputada pela sua posição singular e estratégica. Localizada numa posição elevada entre a serra e o mar, do seu alto avista-se Lisboa e o seu rio Tejo, Setúbal e o seu estuário do Sado, e a península de Tróia e o seu oceano Atlântico. Pode, literalmente, rodopiar sobre os seus pés e ver toda esta paisagem em menos de um minuto. Não é, pois, de admirar que é habitada e valorizada desde os tempos pré-históricos. Vamos fazer uma viagem pelo tempo?
Bem-vindos a Azeitão. Foto: Câmara Municipal de Setúbal.

É conhecida pelo queijo, pelas tortas e pelo vinho que se produz à sua volta. Tinto, branco, moscatel… Mas o que muitos não sabem é que foi o azeite que pôs esta vila, literalmente, no mapa. O seu nome deriva de Azzeitum, nome dado pelos árabes, no século VIII, aquando da sua passagem pela região, devido aos extensos olivais que cobriam as suas terras. E por ali ainda se encontram algumas oliveiras milenares. É só olhar com atenção e descobrir todo os seus tesouros.
Fruta exótica no Mercado dos Lavradores

Esta é a oitava vez que os World Travel Awards distinguem a ilha da Madeira como melhor destino insular da Europa. A nível mundial, os óscares do turismo já atribuiram o primeiro prémio à Madeira por seis vezes. Descubra agora muitos dos tesouros que a ilha tem para oferecer.
Farol da Ponta do pargo. Foto: @kemp&kemp

Sabíamos que era na Calheta e que os pratos seriam confecionados na rua por um talentoso chef afastado da sua cozinha equipada. Mas foi com surpresa que chegámos ao Farol da Ponta do Pargo, o ponto mais a oeste da Madeira, e vimos toda uma estrutura improvisada para receber (e bem) os comensais do último ABC do ano na Madeira.
Fruta exótica no Mercado dos Lavradores

Frutos exóticos que atraem o olhar, flores que seduzem o olfato e o tato, produtos endógenos que trazem frescura ao nosso paladar… e tudo isto abraçado por uma natureza tranquila que é Património da Humanidade. Os cinco sentidos ficam despertos nesta ilha onde a primavera parece acontecer durante todo o ano.
Colunas graníticas na Serra da Estrela

Conhecida como destino de inverno, a Serra da Estrela está a desvendar cada vez mais novas facetas. Uma natureza endógena única, uma renovação cultural na Covilhã e uma oferta gastronómica e hoteleira acolhedoras são argumentos suficientes para marcar a sua próxima viagem.
Museu do Perfume, Museu do Chocolate, inúmeras cervejarias tradicionais, e, claro, o monumento mais visitado da Alemanha, a Catedral de Colónia. Já lhe despertámos a atenção para a cidade mais antiga da Alemanha? Foto: KölnTourismus

Museu do Perfume, Museu do Chocolate, inúmeras cervejarias tradicionais, e, claro, o monumento mais visitado da Alemanha, a Catedral de Colónia. Já lhe despertámos a atenção para a cidade mais antiga da Alemanha? É também uma das mais fervilhantes… reúne mais de 100 mil estudantes e emigrantes de 182 países. E nós estivemos lá.