ESPECIALISTAS

As crianças não precisam de ser mimadas

Você provavelmente faria tudo para os seus filhos serem felizes, certo? O amor pelos filhos é muito bonito, mas tenha atenção para que não se torne em permissividade ou infantilização! Por Nuno Cristiano de Sousa.
O melhor sexo do mundo é gourmet…

Qual é o mal das rapidinhas? É uma das perguntas mais frequentes de quem lê a apologia do sexo gourmet, no livro “O melhor sexo do mundo”. Pois bem, sexo é sempre sexo. Seja rápido ou requintado, será sempre apreciado. Por Cristina Mira Santos.
stevia

A stevia representa uma grande ajuda para quem tem excesso de peso, pelo poder que tem de adoçar sem adicionar calorias à alimentação, moderando o apetite e evitando alguns excessos alimentares. Por Alexandre Fernandes.
mulher

Para mim o conceito do ser humano integra as três componentes: a nossa vida mental, espiritual e física. Por Esther Liska.
Diz que as mulheres falam… e muito

Confesso que faz algum tempo que não escrevia nada assim muito ácido, no que ao sexo masculino diz respeito, talvez porque o amor amacia. Por Sofia Rijo.
E se a borboleta adoece?

A borboleta que nos controla o ritmo do metabolismo chama-se glândula tiroide e tem um formato parecido com as asas abertas de uma borboleta. Por Paula Mouta.
As mentiras que protegem as crianças

Quantas vezes caiu na tentação de contar uma “mentira boa” ao seu filho para o proteger, apesar de o incentivar a contar sempre a verdade? Por Nuno Cristiano de Sousa.
mulher carreira

Encontre a sintonia entre o seu corpo e o seu pensamento e irá projetar a motivação e autoconfiança necessária para conquistar todos os seus objetivos. Por Esther Liska.
Ator principal ou espetador?

Os acontecimentos da nossa vida formam memórias e, consoante a intensidade desses momentos, as memórias podem ficar repletas de emoções mais ou menos positivas. Por Sérgio Oliveira.
Nem o karma me impede de reclamar

Se há coisa que enerva quem escreve é quando, assim que acaba de digitar o texto, se dá o que apelido de macacoa ao computador, e tudo aquilo que tínhamos acabado de escrever desaparece. Por Sofia Rijo.