EDITORIAL

Este cantinho à beira-mar plantado é mesmo uma gema, onde é um privilégio viver. Não vou referir as dificuldades económicas, que isso sabemos que andamos sempre na causa dos estudos comparativos com outros países europeus.

É primavera, maio é o mês dos casamentos, o Dia da Mãe celebra-se no primeiro domingo de maio…and so on…

Chegou a altura em que adoramos ir comer fora, petiscar, jantar, beber um copo… e há até quem coma nu! Como? Veja só o que temos para si.

Gosto muito de ditados populares. Têm uma sabedoria ancestral e maioritariamente acertada.

Falamos muito de nutrição aqui na Mood. Promovemos a alimentação saudável, preferencialmente biológica. Comer bem. Mas comer bem não passa só pelo que pomos no prato. Passa também pelas experiências que vivemos.

No dia 25 de março, às 20h30 da hora local, milhões de pessoas em todo o mundo, cidades, vilas, edifícios emblemáticos, participarão na Hora do Planeta, uma iniciativa global que visa mostrar apoio à ação ambientalmente sustentável.

Sabemos que estes ‘dias’ são instituídos maioritariamente para chamar a atenção para alguma lacuna na sociedade. Neste caso, o reconhecimento da grandeza e de todos os direitos e deveres de ser pai.

Se em 2016 o enquadramento da moda e da beleza começou a mudar, em 2017, decididamente irá consolidar um caminho mais aberto, democrático, livre e sustentável.

No frio mês de fevereiro, celebra-se o amor, a alegria, o calor, a diversão, a amizade. Duas datas ‘quentes’ para nos tirar do frio e acordar para a vida.

Cresci na ilusão de que éramos todos iguais, que o mundo não voltaria atrás e que a evolução seria sempre no sentido positivo. Pura ingenuidade.