AMOR

As histórias sobre o assunto são infinitas: há aquela em que ele acabou num minuto, há outra a dizer que a relação durou várias horas… A ciência já veio esclarecer esta dúvida.
Tomar a decisão de viver com o namorado ou namorada é algo que deve ser pensado seriamente. Pensar bem nos prós e nos contras, mas, acima de tudo, se enquanto casal estão prontos para dar esse passo. Craig Maltin, psicólogo americano especialista em relações, apresenta-lhe algumas questões que deve ponderar antes da decisão.

Tomar a decisão de viver com o namorado ou namorada é algo que deve ser pensado seriamente. Pensar bem nos prós e nos contras, mas, acima de tudo, se enquanto casal estão prontos para dar esse passo. Craig Maltin, psicólogo americano especialista em relações, apresenta-lhe algumas questões que deve ponderar antes da decisão.
Confira 8 dicas para manter uma vida sexual ativa após os 60 anos, segundo Irina Rodrigues, especialista em Sexologia Educacional e diretora da Flame Love Shop.

A sexualidade faz parte do ser humano e não termina aos 60 anos. Veja como manter uma vida íntima ativa e prazerosa, segundo as recomendações de uma especialista em sexologia educacional.

O sexting é visto como uma prática sensual através de mensagens escritas que pode fomentar o desejo sexual entre parceiros. Mas um estudo que analisou o impacto das mensagens picantes e a sua relação com a prática sexual diz que não será bem assim.

E tanto é que tem até direito a dois dias mundiais, comemorados a 13 de abril e a 6 de julho! Mas, como sinal de afeto entre duas pessoas, será que beijar provém do instinto ou é um ato aprendido? Saiba o que diz a ciência sobre o ato de beijar.
A psicóloga israelita Ayala Pines usou dados recolhidos através de vários estudos para explicar porque é que nos apaixonamos por determinada pessoa, mostrando que o amor não é um acaso, mas antes um encontro de expetativas e necessidades. E estas são as 11 situações que mais frequentemente levam alguém a apaixonar-se. Quer conhecê-las?

A psicóloga israelita Ayala Pines usou dados recolhidos através de vários estudos para explicar porque é que nos apaixonamos por determinada pessoa, mostrando que o amor não é um acaso, mas antes um encontro de expetativas e necessidades. E estas são as 11 situações que mais frequentemente levam alguém a apaixonar-se. Quer conhecê-las?

Com tantos perfis online, destacar-se da multidão num site de encontros pode parecer uma tarefa quase impossível. Descubra como fazer para que o seu perfil não passe despercebido e se destaque entre a multidão.
Os pássaros fazem-no, as abelhas fazem-no… e os humanos ainda mais. O que tem a primavera a ver com o aumento da libido e da frequência das relações sexuais? A sexóloga Valérie Tasso explica.

Os pássaros fazem-no, as abelhas fazem-no… e os humanos ainda mais. O que tem a primavera a ver com o aumento da libido e da frequência das relações sexuais? Uma sexóloga explica.

Um estudo levado a cabo pela Universidade de Carnegie Mellon mostrou que os casais que têm sexo com a frequência que desejam, sem sofrerem pressões exteriores, são mais felizes.
CCom o tempo os casais tendem a adotar comportamentos que, por vezes, são demasiado confortáveis e podem indicar uma crise no romance. Reveja alguns comportamentos.

Com o tempo os casais tendem a adotar comportamentos que, por vezes, são demasiado confortáveis e podem indicar uma crise no romance. Reveja alguns comportamentos.