Home»VIDA»SOCIEDADE»Casamento gay coletivo marcado para 8 de maio em Cuba

Casamento gay coletivo marcado para 8 de maio em Cuba

A cerimónia pretende ser um manifesto contra a ilegalidade do casamento entre pessoas do mesmo sexo em vigor no país

Pinterest Google+

Os ativistas dos direitos humanos em Cuba estão a organizar um casamento coletivo de gays e transsexuais para ter lugar no próximo dia 8 de maio em Havana. A iniciativa é liderada pela própria filha do presidente Raul Castro, Mariela Castro, diretora do Centro Nacional de Educação Sexual de Cuba, revela a agência Reuters.

O casamento será meramente simbólico, já que a sua formalização é ilegal no país, e fará parte da parada anual gay.

A iniciativa terá, no entanto, de ser moderada, já que a sociedade cubana continua um pouco avessa aos direitos da comunidade gay, bissexual e transsexual. «Não podemos fazer um casamento real, mas queremos fazer uma celebração modesta de amor com alguns líderes religiosos», declarou Mariela Castro à Reuters. «No futuro, veremos o que poderemos mais fazer».

A iniciativa foi inspirada no casamento em massa de mais de 100 casais que aconteceu, em junho de 2014, em Toronto, no Canadá.

Artigo anterior

Confirmado romance de Irina Shayk e Bradley Cooper

Próximo artigo

Os cães distinguem emoções no rosto humano