Home»GLAMOUR»CELEBRIDADES»Carolina Patrocínio: «O que não te desafia, não te muda»

Carolina Patrocínio: «O que não te desafia, não te muda»

Carolina Patrocínio está grávida pela segunda vez e lançou recentemente o seu primeiro livro – ‘Stay Active’. Constantemente ‘assaltada’ com perguntas acerca do seu estilo de vida, a apresentadora espera que este livro responda a muitas dúvidas. E nós quisemos saber mais.

Pinterest Google+

«O que não te desafia, não te muda» é o lema do livro. Porque surgiu a necessidade de escrever um livro acerca desta temática?

Na verdade, nunca pensei escrever um livro. Hesitei bastante antes de aceitar este convite que surgiu por parte da editora. Só faria sentido, nesta fase, que fosse este o assunto, pois é algo que tenho vindo a explorar e a dedicar cada vez mais tempo. No entanto, numa fase inicial, não me senti logo segura nem confiante para o fazer. Quando finalmente decidi escrevê-lo comecei por pesquisar e anotar tudo o lá queria incluir. Foram mais os meses de preparação do que de escrita propriamente dita.

 

O ‘Stay Active’ é direcionado para algum público específico? 

Não, escrevi este livro a pensar que todos os poderiam ler e identificar-se. Os que estão agora a começar e a dar os primeiros passos no mundo do desporto, os que já incutiram o exercício nas suas vidas e também para aqueles que precisam de uma motivação extra para se iniciarem.

 

Neste livro fala de como o exercício físico sempre foi um elemento muito presente na sua vida. De onde surgiu este gosto pela prática de exercício físico?

Julgo ter sido desde muito cedo, pois não me lembro de alguma vez na minha vida ter sido sedentária. Desde criança que adoro todo o tipo de atividades desportivas e foi algo que sempre esteve presente na minha família e no meu quotidiano. Tinha cerca de três anos quando a minha mãe me inscreveu pela primeira vez no ballet. Dancei até aos 18 anos de idade, apesar de ao longo do tempo ter também experimentado várias outras modalidades, como a equitação, a natação, o ténis, o volleyball na escola, o atletismo, etc.. Mas foi no ballet onde mais me destaquei e ao qual dediquei mais tempo, esforço e compromisso. Só mais tarde, quando forçosamente tive que abdicar dos ensaios intensivos a que a dança me obrigava, é que descobri a musculação no ginásio e comecei a pesquisar mais sobre o mundo do fitness.

 

Veja a galeria: Conheça as tendências de fitness para 2016

 

Quais são os segredos chave para manter um corpo saudável e em boa forma?

O segredo é tornarmos o desporto uma prioridade na nossa rotina de forma a que nos consigamos manter ativos diariamente. Encaro o tempo que dispenso ao exercício como algo tão natural e obrigatório como acordar cedo, tomar banho de manhã ou arranjar-me para ir para o trabalho. É apenas uma mais uma tarefa prioritária e não algo opcional. Só assim nos conseguimos manter em pico de forma. Uma boa alimentação, equilibrada e variada, vem por acréscimo e há também que saber ouvir as necessidades do nosso corpo. De resto, os truques são pouco secretos: viver em pleno, ter uma vida familiar e amorosa estável, amar e ser amada.

 

De que forma é que a prática de desporto pode beneficiar o individuo, tanto a nível psicológico como físico? 

O desporto ajuda-nos a lidar com todos os desafios que a vida nos coloca, dá-nos resistência, resiliência e baldes de humildade. É um desafio permanente que nos põe à prova, mas que nos permite evoluir e melhorar sempre. No meu caso, é também fundamental porque é algo que me centra naquilo que é importante. Por ser um fabricador de endrominas, é um antídoto natural para muitas doenças físicas e psicológicas. É essencial na criação de autoestima, dá-nos confiança e autoconhecimento. Não há nada mais libertador do que nos sentirmos capazes de nos superar a nós próprios e de podermos testar novos limites.

Artigo anterior

Cada um vê o que quer

Próximo artigo

Menino ou menina?