Home»GLAMOUR»CELEBRIDADES»Carolina Patrocínio lança plataforma de compra e venda de artigos de puericultura

Carolina Patrocínio lança plataforma de compra e venda de artigos de puericultura

Chama-se BabyLoop o novo projeto da apresentadora e mãe de três meninas. Em parceria com a Book in Loop, Continente e MB WAY, o novo projeto já chega a mais de 4000 famílias que procuram vender ou comprar produtos em segunda mão.

Pinterest Google+

Carolina Patrocínio e os criadores da Book in Loop lançam o projeto de economia circular BabyLoop e a respetiva aplicação gratuita para telemóvel. A plataforma online para compra e venda de artigos de puericultura de grande dimensão, que estava operacional desde o dia 14 de janeiro, conta já com mais de 1000 pessoas registadas para venda de produtos e 3000 com intenção de comprar.

 

A ideia partiu da apresentadora que, tendo sido mãe de três meninas em apenas quatro anos, acumulou uma grande quantidade de artigos de puericultura. Conhecendo a Book in Loop, plataforma de reutilização de livros escolares, desafiou os jovens de Coimbra a juntarem-se ao projeto. «Atenta às vantagens da economia circular, quis desenvolver uma solução que ajudasse todos os pais, mesmo os que querem ter mais filhos, que fosse sustentável, mas sem comprometer a qualidade dos produtos. Eu própria sentia esta necessidade no mercado, mas faltava-me o know how para colocar a ideia em prática e, por isso, contactei os especialistas em Portugal no tema», explica Carolina Patrocínio.

 

VEJA TAMBÉM: COMO CRIAR O QUARTO PERFEITO PARA O BEBÉ

 

A plataforma permite a compra e venda de artigos como berços, trios, carrinhos de passeio, cadeiras de papa, entre outros, estando dividida em três categorias: auto, passeio e casa. De acordo com a procura e oferta, o leque de produtos pode vir a ser alargado, assim como as marcas aceites na plataforma, desde que sejam produtos de qualidade e em bom estado.

 

«Apesar de ser uma plataforma de produtos em segunda mão, só são aceites artigos em muito bom estado e de qualidade», refere Ricardo Morgado, diretor executivo do projeto, adiantando que «um kit básico puericultura para os primeiros meses custa, em média, entre 920 e 2.130 euros, um valor muito elevado tendo em conta que 30% da população portuguesa recebe salário mínimo e que o salário médio no país é de 887 euros. Com a BabyLoop os pais vão poder poupar até 80% do valor, se comprarem um equipamento na plataforma e, depois, voltarem a vendê-lo. Por exemplo, num carrinho de gama média que custe 400 euros, as famílias conseguirão poupar cerca de 320 euros».

 

Sobre o trabalho com Carolina Patrocínio, Ricardo Morgado diz tratar-se de uma «feliz coincidência». «A Book in Loop correu muito bem e nós estávamos, precisamente, a estudar novas áreas onde o framwork de economia circular que criámos para esse projeto pudesse funcionar. A Carolina mostrou-nos que havia essa necessidade no mercado e fez-nos muito sentido para nós avançar, juntando a nossa experiência à da Carolina enquanto mãe», acrescenta.

 

VEJA TAMBÉM: FAMÍLIAS QUE BRINCAM SÃO MAIS FELIZES: CONHEÇA 10 PRINCÍPIOS PARA INCENTIVAR A BRINCADEIRA

 

Também o Continente, cadeia de híper e supermercados da Sonae MC, esteve presente na formação deste projeto, participado no projeto desde o início, na definição do modelo de negócio e dinamização do mesmo, com o objetivo de também contribuir para a promoção a economia circular. A empresa surge não só como ponto de recolha de equipamentos (com os utilizadores a poderem deixá-los em mais de 80 lojas Continente por todo o país), mas também como promotor da ideia.

 

A BabyLoop está em funcionamento desde 14 de janeiro para quem quer vender equipamentos. A compra só estará disponível em fevereiro, mas as famílias já podem deixar na plataforma as suas intenções de compra, beneficiando de descontos até 50%. Nos primeiros dias online, o site recebeu mais de 45 mil visitas, 3000 pedidos de compra e 1000 produtos para venda. Os utilizadores que queiram vender e que escolherem a recolha de equipamento em casa também terão descontos através do MB WAY, pagando apenas 1 euro pelo serviço.

 

O projeto encontra-se disponível em www.babyloop.pt ou no Instagram babyloop.pt, onde, em apenas duas semanas, reuniu mais de 28 mil seguidores.

Artigo anterior

Olivier e Uber Eats lançam primeiro restaurante virtual em Portugal

Próximo artigo

Quer avistar baleias? Veja este top 10 no mundo (Açores incluído, claro)