Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Cardiologia de intervenção portuguesa distinguida

Cardiologia de intervenção portuguesa distinguida

Prémio Magda Heras vai ser entregue no Congresso Espanhol de Cardiologia, que decorre entre os dias 26 e 28 de outubro, em Madrid.

Pinterest Google+

Um grupo de cardiologistas de intervenção acaba de ser distinguido com o Prémio Magda Heras pelo melhor trabalho publicado em revistas cardiovasculares ibero-americanas. O prémio será entregue a Hélder Pereira, investigador principal do artigo, no Congresso Espanhol de Cardiologia, que decorre entre os dias 26 e 28 de outubro, em Madrid.

 

O artigo distinguido reporta a evolução da angioplastia coronária no tratamento do enfarte agudo do miocárdio, em Portugal, entre os anos 2002 e 2013, de acordo com os dados do Registo Nacional de Cardiologia de Intervenção (RNCI) e da Direção Geral de Saúde. Foi publicado na Revista Portuguesa de Cardiologia, em 2016.

 

«Esta distinção é o reconhecimento da importância da manutenção e atualização do Registo Nacional de Cardiologia de Intervenção, enquanto ferramenta de trabalho e investigação, e que resulta do esforço conjunto das equipas dos Centros de Hemodinâmica, ao nível nacional», sublinha João Brum Silveira, presidente da Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular.

 

O Registo Nacional de Cardiologia de Intervenção tem como objetivo recolher de forma contínua toda a atividade que ocorre nos Centros de Hemodinâmica, em Portugal.   Para mais informações sobre o RNCI consulte: https://goo.gl/EPg38v

 

Madga Heras foi uma das cardiologistas mais distinguidas na Europa. Escreveu 26 capítulos publicados em livros sobre cardiologia e mais de 280 artigos publicados em jornais especializados. Morreu, em 2014, aos 61 anos.

Artigo anterior

Um pequeno-almoço de hotel… em casa

Próximo artigo

Outono cool: Ideias para conjugar jeans