Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Cardápio de férias: receitas de bem viver

Cardápio de férias: receitas de bem viver

É verão, tempo de férias, de lazer e de viver com alegria sem pensar em restrições. Afinal, passamos quase todo o ano a cumprir atividades de rotina profissional e familiar! No entanto, apesar de eu sempre dizer para as minhas pacientes que durante as férias e ao fim de semana é tempo de ‘ser feliz’, ainda assim, é preciso ter cuidado com alguns exageros que se possam fazer nestas alturas.

Pinterest Google+

E, porque é verão, devemos pensar que mesmo estando em momentos de descontração, precisamos de comer a pensar em preservar a saúde da pele. Nestas alturas do ano, o sol é o nosso amigo comum, aquele que buscamos com mais assiduidade, aquele com quem queremos ter maior intimidade. Mas tal como em todos os tipos de intimidade, há cuidados a ter, a manter, para não deitarmos a perder este belo momento de prazer com a vida.

 

Estar ao ar livre promove a síntese da vitamina D no organismo, pois a primeira fase deste processo é a exposição solar na pele e esta é essencial para que o cálcio dos alimentos que ingerimos penetre nos ossos. Deve escolher no começo do dia, um horário de 45 minutos, em que o sol não é demasiado intenso e ficar exposto sem qualquer tipo de protetor ou bloqueador solar. A vitamina D é também importante na prevenção de asma, Alzheimer, diabetes, cancro, doenças cardiovasculares, raquitismo e osteoporose.

 

Vamos então às “Receitas de Bem Viver” para mantermos a pele e o corpo saudáveis para um pleno gozo de tempo de lazer.

 

CARDÁPIO DE FÉRIAS

 

PEQUENO-ALMOÇO

Nestes dias, convém dormir um pouco mais, por isso o começo do dia deve ser reforçado com sumos frescos de verduras e de frutas, sobretudo de nutrientes que preservem o bronzeado e protejam a pele do excesso de sol.

 

Sumos frescos

Combine 2 tipos de frutas semelhantes, ex: (mirtilos e morangos), com folhas verdes (rúcula ou salsa e hortelã), 2 rodelas de gengibre e 1 cenoura ou 3 tomates cereja. Bata no copo triturador, adicione a este preparado 1 colher de sobremesa de farinha de linhaça dourada, outra de cânhamo e outra de aveia, bata de novo.

Sirva num copo alto, polvilhado com pepitas de cacau cru e sementes de girassol.

Vá alternado o tipo de frutas, ao longo da semana.

Nota:

Se o seu pequeno almoço for tardio e colar com o horário do almoço, acrescente um ovo mexido com espargos, coentros e cogumelos.

 

 

ALMOÇO

Salada antioxidante

Folhas de chicória, rúcula, agrião e repolho roxo. Corte duas cebolas pequenas em rodelas, 1 rabanete em rodelas bem finas, complete com grão de bico cozido ou se preferir feijão frade, atum de conserva em frasco, adicione azeitonas verdes e regue com azeite, limão e mostarda de dijon com grão.

 

Note que não aconselho o uso de sal, pois todos estes ingredientes já possuem o seu tempero especial e ao adicionar a mostarda, esta já lhe dará o paladar adequado ao seu gosto. Após esta refeição coma 2 quadrados de chocolate negro, 70% cacau.

 

 

LANCHE DA TARDE

Lanche depurativo

Combine numa pequena caixa, 2 figos secos picados, 2 tâmaras, sem caroço, 2 ameixas secas, 2 castanhas do Brasil, 3 nozes portuguesas, 2 nozes pecan e 2 nozes de macadâmia, 3 amêndoas sem pele, 4 cajus e 1 colher de sobremesa de amendoins, caso não seja alérgico. Esta mistura irá manter a saúde dos seus intestinos em dia, além de estar a fazer um excelente reforço de nutrientes ricos em Ómegas.

 

Beba após este pequeno repasto, 2 copos de água com limão e hortelã. Este lanche é bastante saciante, mas se não gostar substitua por frutas hídricas, ou cerejas e nêsperas. Prefira sempre as frutas de época.

Artigo anterior

Cinco cidades eco-friendly para as suas férias

Próximo artigo

Saiba porque deve usar chinelos com moderação no verão