Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Campanha mundial quer velocidade máxima de 30km/h nas comunidades

Campanha mundial quer velocidade máxima de 30km/h nas comunidades

A cada 24 segundos morre uma pessoa num acidente de viação, devido à velocidade excessiva permitida aos veículos dentro das comunidades. O apelo # Love30, no decorrer da Semana Global de Segurança no Trânsito da ONU, quer ruas mais seguras, verdes e com vida. A prazo, o objetivo é prevenir pelo menos 50% das mortes e ferimentos no trânsito até 2030.

Pinterest Google+
PUB

Uma campanha mundial encabeçada pela Organização das Nações Unidas (ONU) quer que a velocidade máxima em comunidades onde o tráfego e as pessoas se cruzam no dia a dia não ultrapasse os 30 km/h.

 

«As ruas com baixa velocidade salvam vidas e são o coração de qualquer comunidade. Limites de velocidade de 30 km/h onde as pessoas e o tráfego se cruzam criam ruas seguras, saudáveis, verdes e habitáveis ou, por outras palavras, criam ruas para a vida toda. A 6ª Semana Global de Segurança no Trânsito da ONU está a convocar os legisladores a agirem pelas ruas de baixa velocidade em todo o mundo, limitando as velocidades a 30 km/h onde as pessoas caminham, vivem e brincam», assinala a ONU em comunicado.

 

A campanha, com a hashtg # Love30, apela à mobilização pela causa que pode elevar a qualidade de vida de cidades, vilas e aldeias em todo o mundo.

 

VEJA TAMBÉM: CINCO DICAS PARA UMA CONDUÇÃO MAIS SEGURA

 

As ruas com limites de 30 km/h são mais seguras e saudáveis. Protegem todos os que as utilizam, mas especialmente os mais vulneráveis, como transeuntes, ciclistas, crianças, idosos e pessoas com deficiência. Não só ajudam a prevenir mortes no trânsito como promovem a atividade física tanto a pé como de bicicleta.

 

As ruas com limites de30 km/h são mais verdes e vitais nos esforços de mudança para a mobilidade com carbono zero. As ruas que promovem caminhadas e ciclismo seguros podem reduzir a dependência do carro e reduzir emissões nocivas dos veículos que contribuem para as mudanças climáticas. Para proteger o meio ambiente, as pessoas precisam de ruas seguras e de baixa velocidade que incentivem opções de transporte sustentáveis.

 

As ruas com limites de30 km/h são mais habitáveis, estando estas no centro da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. À medida que recuperamos melhor da pandemia de COVID-19, todos devem beneficiar das ruas de baixa velocidade para viverem. Estas são ruas para a vida.

 

A 6ª Semana Global de Segurança no Trânsito da ONU pretende ajudar a angariar compromissos de política nível nacional e local para fornecer impor limites de velocidade de 30 km/h em áreas urbanas e criar impulso para o lançamento do Plano Global para a Década de Ação para a Segurança no Trânsito 2021-2030 e para a Reunião de Alto Nível da Assembleia Geral da ONU, a ter lugar em 2022. Este plano global tem como meta prevenir pelo menos 50% das mortes e ferimentos no trânsito até 2030.

Artigo anterior

Colesterol, o vilão?

Próximo artigo

Palmela, uma vila histórica com vista interminável