Home»FOTOS»Calçado nacional: do mais sexy da Europa à conquista do mundo

Calçado nacional: do mais sexy da Europa à conquista do mundo

Alvo de um profundo rebranding nos últimos anos, o calçado português apresenta-se como o mais sexy da Europa. Em 2018, começou a comunicar para os EUA e em 2020 quer ser líder mundial na relação com os clientes. Saiba mais sobre um dos setores mais fortes em Portugal e veja as coleções dos criadores para a primavera/verão 2018.

Pinterest Google+

Foi em 2007 que a Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Seus Sucedâneos (APICCAPS) lançou, com o apoio do Programa Compete, uma ousada e inovadora campanha de comunicação do calçado português nos mercados externos – com a designação ‘The Sexiest Industry in Europe’. Desde então, as campanhas têm-se inspirado na iconografia portuguesa e numa ideia de sofisticação e qualidade.

 

Depois de Sara Sampaio, Sharam Diniz e Victoria Guerra, são os rostos da nova geração da moda nacional que estão em destaque na campanha da Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Seus Sucedâneos em 2018. É que depois do ‘calçado mais sexy da Europa’, Portugal diz agora ter o ‘calçado mais cool do mundo’. Em 2018, a campanha de promoção do calçado português assume uma linguagem mais jovem, orientada para novos consumidores e mercados.

 

VEJA TAMBÉM: DEPOIS DO CALÇADO, AGORA É A JOALHARIA PORTUGUESA A QUERER CONQUISTAR O MUNDO

 

As campanhas não se centram apenas no calçado feminino. Também são direcionadas para o público masculino e infantil. Aos homens comunica que o calçado nacional é trendy e de ótima qualidade. E para atingir o mercado dos mais pequenos apresenta propostas cool para agradar ao setor infantil.

 

Segundo a APICCAPS, na última década, as exportações portuguesas de calçado cresceram mais de 60%, atingindo um novo máximo histórico no final do último ano. Nesse período, o preço médio do calçado exportado aumentou cerca de 30% e Portugal apresenta, hoje, entre os principais produtores mundiais de calçado, o 2º maior preço médio de exportação.

 

«É a indústria mais sexy da Europa e cada vez mais um modelo de competitividade, reinventando-se e aumentando as exportações, todos os anos», revela a última edição da revista desta associação. A indústria do calçado fez parte do Roteiro para a Inovação do Governo, com o Roteiro do Cluster do Calçado para a Economia Digital. «O FOOTure 4.0 prevê um investimento de 50 milhões de euros até 2020 e tem como grande visão tornar o setor líder mundial na relação com os clientes, através da sofisticação do produto, da resposta rápida e ao nível de serviço. Para concretizar essa visão, a APICCAPS e o Centro Tecnológico do Calçado de Portugal criaram um ecossistema, envolvendo mais de 70 entidades, entre empresas, starups, universidades, centros de inteligência e entidades do sistema científico e tecnológico», explica a APPICCAPS na sua publicação.

 

VEJA TAMBÉM: A MODA DA NOVA ESTAÇÃO TEM ASSINATURA PORTUGUESA

 

A indústria do calçado nacional exporta mais de 95% da sua produção, para 152 países, nos cinco continentes, o equivalente a 81 milhões de pares de calçado, num valor próximo dos 2000 milhões de euros. Dados de 2016 indicam que existem 1473 empresas de calçado em Portugal. O emprego aumentou 20% nesta indústria. Veja agora na galeria acima as coleções de algumas marcas nacionais para a primavera/verão 2018.

 

Selecionámos os modelos mais sexy das coleções de seis conceituadas marcas de calçado nacional para esta primavera/verão. Veja as propostas dos criadores portugueses, para mulher e homem, na galeria acima.

Artigo anterior

Do Sudeste Asiático para Portugal: um espaço de massagens inovador

Próximo artigo

Livre-se dos focos de alergias em casa