Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Café sustentável: metade dos novos lançamentos têm etiqueta ecológica

Café sustentável: metade dos novos lançamentos têm etiqueta ecológica

Nova pesquisa da Mintel revela que as cápsulas - que representam 24% da inovação global em café - são o formato mais controverso da categoria, devido à quantidade de resíduos que geram. As novas gerações terão menos tolerância para com o lixo.

Pinterest Google+
PUB

Os consumidores um pouco por todo o mundo estão cada vez mais a beber café com consciência ambiental, revela uma nova pesquisa do Banco de Dados Global de Novos Produtos (GNPD) da consultora Mintel.

 

Assim, quase metade (48%) de todos os lançamentos de novos produtos de café em 2020 carregavam uma etiqueta ética ou ambiental, quase o dobro dos lançamentos registados há quase uma década (2012) quando apenas um em cada quatro (25%) dos lançamentos de café era sustentável.

 

As cápsulas – que representam 24% da inovação global em café – são o formato mais controverso da categoria, devido à quantidade de resíduos que geram. Apenas dois em cinco cápsulas (39%) globalmente carregam uma reivindicação de reciclagem. Atualmente, uma em cada dez cápsulas usa uma alegação biodegradável ou compostável.

 

VEJA TAMBÉM: VAI UM CAFÉ? O RITUAL, OS TIPOS E A SUA AÇÃO

 

No geral, quando se trata de sustentabilidade, o café está bem em comparação com o mercado total de alimentos e bebidas, onde apenas 35% dos lançamentos de novos produtos são sustentáveis ​​na Europa – em comparação com 64% dos lançamentos de café nesta região.

 

«Sem dúvida, a sustentabilidade será a questão definidora do setor cafeeiro nos próximos 20 anos. As expectativas dos consumidores em relação às marcas de café aumentarão drasticamente à medida que a ansiedade ecológica substitui a paranoia pandêmica. Os consumidores estão a tornar-se mais conscientes das emissões de carbono e o café é um dos piores criminosos. A geração mais jovem com uma mentalidade mais ativista terá menos tolerância para com o lixo», declara Jonny Forsyth, diretor associado da Mintel Food & Drink.

 

Pandemia acelera baristas domésticos

Por outro a pesquisa revela que a COVID-19 trouxe um aumento de 8% no total de lançamentos globais de café embalado durante 2020, em comparação com 2019. Variedades frescas, incluindo de frutos (24%), moídos (23%) e grãos (15%) agora respondem por quase dois terços da inovação global do café a nível global

 

A tendência de ‘barista em casa’ é muito mais desenvolvida nos mercados ocidentais onde as embalagens, grãos e café moído representam 77% de todos os lançamentos de café, em comparação com apenas 44% na Ásia, América Latina e no meio Oriente e África – onde predominam as variedades de misturas (20%), instantâneas (18%) e prontas para beber (19%). O café moído experimentou um salto substancial na inovação nos mercados ocidentais, respondendo por 19% dos lançamentos de novos produtos em 2019, aumentando para 24% em 2020.

 

A pandemia forçou os consumidores a fazer mais café em casa e a tentar replicar a qualidade das bebidas que estavam acostumados a beber em cafeterias antes da pandemia. No Reino Unido, as vendas de café nas lojas aumentaram 13% em 2020 em comparação com 2019, contra uma queda de 38% na receita das cafeterias.

 

«A pandemia COVID-19 criou um ano fascinante para o café, especialmente porque viu a reversão de uma tendência de longo prazo. A pandemia forçou os consumidores a fazer mais café em casa e a replicar a qualidade das bebidas. Para muitos, a chave para fazer café foi além do desejo de ser simplesmente ‘um bom café’; agora trata-se de preparar um café criativo, adicionando o mesmo estilo e aspiração que se vê numa cafeteria. Prevemos que em apenas dois anos, essa tendência será desenvolvida conforme a tecnologia de fabrico de café melhore e os preços das máquinas reduzem», explica o responsável.

 

VEJA TAMBÉM:

QUANTIDADES E EFEITOS: SABE TUDO SOBRE CAFEÍNA?

NÃO PASSA SEM CAFÉ? A CULPA PODE SER DOS SEUS GENES

CAFÉ SOLÚVEL E CAFÉ EXPRESSO: CONHECE (REALMENTE) AS DIFERENÇAS?

CACAU E CAFEÍNA: UMA DUPLA IMBATÍVEL PARA MELHORAR A ATENÇÃO

NOVE SINAIS DE QUE ANDA A BEBER CAFÉ EM EXCESSO

SINAIS DE QUE ESTÁ COM FALTA DE CAFEÍNA

DO EXPRESSO AO MACCHIATO: EXPERIMENTE EM CASA OS VÁRIOS TIPOS DE CAFÉ

 

 

Artigo anterior

Hipertensão Pulmonar: quando o cansaço pode ser mais do que isso

Próximo artigo

Faz batota durante a dieta? Também tem benefícios