Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Butelo e Caretos: Trás-os-Montes alia duas tradições num evento único

Butelo e Caretos: Trás-os-Montes alia duas tradições num evento único

De 21 a 23 de fevereiro, a mais genuína gastronomia e o melhor do património cultural de Trás-os-Montes juntam-se em Bragança para um evento único, o Festival do Butelo e das Casulas & Carnaval dos Caretos.

Pinterest Google+
PUB

Pelo segundo ano, o Município de Bragança decidiu aliar dois dos eventos mais emblemáticos do nordeste transmontano e criar algo inédito, propondo um fim-de-semana intenso que funde o melhor do fumeiro trasmontano, o butelo com casulas, e os protagonistas da mais autêntica das tradições de inverno, os Caretos. Este mix vai decorrer de 21 a 23 de fevereiro. No entanto, a Semana Gastronómica do Butelo e das Casulas arrancou mais cedo e decorre desde 14 até 23 de fevereiro.

 

A Praça Camões volta a ser o epicentro do Festival do Butelo e das Casulas, com espaço de venda de fumeiro (com especial enfoque no butelo) e produtos regionais e da terra. Quanto aos restaurantes, são 33 os espaços aderentes que vão servir estas iguarias.

 

O butelo é o exemplo acabado do bom aproveitamento do porco: envolvido pela bexiga ou pelo bucho, o humilde recheio de ossinhos do espinhaço e das costelinhas, com alguma carne agarrada, torna-se responsável pelas suas formas ventrudas e caprichosas e pelo seu inigualável sabor. É costume comer este enchido artesanal, típico das casas do distrito de Bragança, no sábado de Carnaval, acompanhado pelas cascas de feijão secas, a que também se chamam casulas.

 

Butelo com Casulas (002)

 

O tradicional Carnaval dos Caretos reúne anualmente, em tempo de entrudo, centenas dos mais tradicionais e autênticos mascarados da Península Ibérica na cidade de Bragança. Os verdadeiros caretos, nascidos das entranhas do mundo rural, libertam-se do seu meio natural e tomam de assalto a cidade, trazendo consigo todo o património cultural e histórico, num momento único que valoriza as tradições, promovendo-as e permitindo a todos, habitantes e visitantes, um contato direto com este mundo ancestral e autêntico.

 

Promovido pelo Município de Bragança, em organização conjunta com a União das Freguesias de Sé, Santa Maria e Meixedo, a Confraria do Butelo e da Casula e a Academia Ibérica da Máscara.

 

 

 

Artigo anterior

O homem que fala 12 línguas

Próximo artigo

Nova associação quer promover desporto em família