Home»GLAMOUR»MODA»Bordado de Óbidos reinterpretado em roupas e acessórios

Bordado de Óbidos reinterpretado em roupas e acessórios

Criam malas, roupas e bijuterias recorrendo ao bordado de Óbidos. Designers e artesãs do concelho querem aliar a tradição à modernidade e criar novas interpretações desta técnica.

Pinterest Google+
PUB

Malas, bijuterias e aplicações em roupa são algumas das novas utilizações criadas por designers para o bordado de Óbidos e que serão apresentadas no sábado num desfile de moda que junta tradição e modernidade.

“Mostrar o que se consegue criar quando de junta o saber tradicional e o design moderno” é, segundo Joana Rodrigues, da organização, o objetivo do desfile que dará a conhecer novas utilizações para o bordado.

A ideia partiu da associação Bordar Óbidos, a cujas bordadeiras se juntaram designers de moda, designers gráficos e criativos que, “ao longo de quatro meses conceberam malas, roupas e bijuterias que mostram a versatilidade do bordado”.

Criado nos anos 50 do século passado, o bordado de Óbidos é inspirado nos motivos do teto da nave central da Igreja de Santa Maria e, para ser certificado, tem de conter tons de azul, rosa, salmão, verde, amarelo e castanho.

Arabescos, pássaros, o castelo e a palavra Óbidos são alguns dos motivos normalmente escolhidos para as criações das bordadeiras que, segundo Joana Rodrigues, “bordaram as aplicações para as roupas criadas pelos estilistas” e que serão mostradas ao público num desfile com “40 modelos entre os 6 e os 30 anos, todas oriundas do concelho”.

Ao desfile, agendado paras 21 horas de sábado (dia 25), na rua que dá acesso à porta da vila, juntam-se exposições de arte, entre as quais as tradicionais utilizações do bordado, desde tapeçarias a panos para tabuleiros, quadros, naperons, sacos de cheiros e apliques em caixinhas.

As atuações da Orquestra Ligeira de Óbidos e de um Grupo de Violinos completam o programa da iniciativa intitulada “linhas cruzadas” e que pretende ser “um ponto de partida para novas sinergias e desenvolvimento de novos produtos aos quais se procura dar atualidade, qualidade e valor comercial”, explicou Joana Rodrigues.

As novas criações em bordado de Óbidos podem ser adquiridas após a passagem de modelos e aquelas que não forem vendidas serão comercializadas na sede da associação, no espaço Ó, um edifício restaurado pela Câmara para concentrar projetos para a promoção da inovação em criatividade.

Artigo do parceiro:

Mood

Artigo anterior

Coma fruta e legumes e seja mais feliz

Próximo artigo

Pesquisa mostra que 40% dos utilizadores da internet sofrem assédio