Home»GLAMOUR»BELEZA»Bodysculpting cirúrgico: um conceito inovador na remodelação corporal

Bodysculpting cirúrgico: um conceito inovador na remodelação corporal

A tendência de olhar para o corpo como um todo e procurar cuidados corporais não incidindo apenas numa zona é cada vez maior. Denoto, pela experiência das minhas consultas, que os meus pacientes me procuram com uma ideia definida do que pretendem e que esse objetivo é mais abrangente e numa perspetiva em 360º.

Pinterest Google+

Com o surgir desta necessidade, e como profissionais de saúde, temos de saber responder da melhor forma e procurar as técnicas e tecnologias mais indicadas para o fazer. Um desses passos é precisamente a constante formação e a partilha de experiências e uma busca pelos mais recentes avanços e inovações que surgem na cirurgia plástica tanto a nível de materiais, máquinas ou tecnologias.

 

Neste sentido, com a conjugação aglomerada de anos de experiência entre mim e os meus colegas cirurgiões plásticos da Up Clinic, e munidos ainda das mais recentes tecnologias e técnicas cirúrgicas, desenvolvemos o conceito de Bodysculpting cirúrgico – exclusivo da Up Clinic.

 

O Bodysculpting cirúrgico é um conceito revolucionário que combina as mais avançadas técnicas de remodelação corporal como a lipoaspiração de alta-definição, o Vaser e o Bodytite, para se alcançar um resultado global otimizado. Como o próprio nome acaba por indicar, o Bodysculpting é uma escultura do corpo em que conseguimos dar-lhe uma forma mais proporcional e atlética, sempre de acordo com o objetivo dos pacientes.

 

Nesta cirurgia, habitualmente as zonas em que mais atuamos são o abdómen, flancos, costas, glúteos e ainda braços e joelhos. Um outro flagelo aquando da acumulação de gordura é a pele flácida que este conceito também trabalha através do auxílio da radiofrequência invasiva que tem um papel fundamental na retração da pele.

A duração do Bodysculpting cirúrgico varia consoante as zonas e a sua extensão mas habitualmente varia de uma hora e meia a cinco horas e é realizado com anestesia local, local com sedação ou geral. Recomendamos um dia de internamento, necessita de até 3 semanas de recuperação, podendo retomar o exercício físico com moderação após 3 a 4 semanas. Todo o processo de pós-operatório é acompanhado pelo cirurgião plástico e pela sua equipa multidisciplinar e os resultados são alcançados entre o primeiro e o sexto mês após a cirurgia.

 

Consoante as zonas a tratar em cada paciente, é traçado um plano personalizado na sua consulta de avaliação individual e onde é explicado todo o processo da cirurgia de Bodysculpting direccionado àquele paciente especificamente.

 

Face a esta necessidade encontrada nos nossos pacientes que pretendem um resultado equilibrado como um todo, o que diferencia o Bodysculpting cirúrgico é o facto de proporcionarmos resultados muito mais bem delineados e avançados, salientando os músculos, esculpindo a cintura e evidenciado as curvas que se pretendem torneadas.

Artigo anterior

Sonhos de tinta de choco recheados com sapateira e abacate

Próximo artigo

Dez bebidas para nos aquecer no inverno: qual a sua preferida?