Home»GLAMOUR»BELEZA»Boca é a parte mais atraente do corpo humano

Boca é a parte mais atraente do corpo humano

Apesar de haver gostos para tudo, cientistas de duas universidades - uma em Inglaterra e outra na África do Sul - quiseram apurar as partes que mais geram consenso em termos de atração para o sexo oposto e também as que são mais erógenas. Ganhou a boca… e perderam os pés.

Pinterest Google+

Numa classificação de 0 a 10, o que mais atrai os homens numa mulher é a boca (7.9). As mulheres concordam na parte do corpo e, na mesma escala, a boca masculina obteve a classificação 7 como a parte mais atraente do homem. O estudo, divulgado pelo Daily Mail, também mostra que os pés são a parte menos atraente.

 

A pesquisa explorou a relação entre as partes do corpo e o cérebro. Para isso, o corpo humano foi “dissecado” em 41 partes e foram analisadas as respostas de 800 pessoas, homens e mulheres, de dois países diferentes, raças e orientações sexuais diversas. A pesquisa foi realizada por analistas da Universidade Bangor, em Inglaterra, e da Universidade de Witwatersrand, na África do Sul.

 

Em termos de zonas erógenas, a seguir à óbvia, a genital, a boca também ganha como ponto sensível de prazer. Para as mulheres, segue-se o pescoço, mamilos e peito. Os pés, apesar de serem conhecidos como zona erógena, ficaram no fim da tabela neste estudo, deitando por terra uma verdade comummente aceite. Para os homens, a seguir à zona genital, as suas zonas mais sensíveis são também a boca, seguida da parte interior das pernas e depois dos mamilos e baixo ventre.

 

«Nós descobrimos com este estudo que todos partilhamos as mesmas zonas erógenas, quer sejamos uma mulher de meia idade sentada num escritório em Londres ou um gay a viver numa aldeia em África», disse Oliver Turnbull, professor na Universidade Bangor. «O estudo sugeresque é algo programado, embutido e não se baseia em experiências culturais ou de vida”, acrescenta.

 

O estudo também mostra que o corpo masculino tem muitas áreas erógenas, discordando da ideia comum de que apenas os órgãos genitais são fonte de prazer.

Artigo anterior

Change: marca de sucesso

Próximo artigo

Elegantes à noite