Home»BEM-ESTAR»CORPO»Benefícios da clássica ginástica localizada

Benefícios da clássica ginástica localizada

Quando falamos de aulas de grupo nesta situação atual de confinamento, quer no ginásio quer em casa, existe uma modalidade que aparece sempre em qualquer mapa de aulas, a localizada. Acredito que seja a modalidade mais consensual das aulas de grupo e a que agrada mais à maioria dos praticantes. Com quase 20 anos de experiência a lecionar aulas, a localizada é por norma uma primeira escolha. Treinamos o corpo como um todo, o que é importante, especialmente se não dispusermos de muito tempo para treinar ao longo da semana.

Pinterest Google+

A ginástica localizada é uma modalidade de exercícios que consiste numa longa variedade de movimentos simples, com vista a trabalhar todo o corpo. Insiste mais no treino muscular, mas dependendo do plano proposto pelo profissional, pode ter, também, uma componente cardiovascular.

 

A ginástica localizada é uma ótima aposta para quem quer aumentar a força e a flexibilidade, usando apenas o peso do próprio corpo. A maior parte do público adepto deste tipo de exercício são as mulheres, dentro da linha das modalidades de aulas de grupo nos ginásios. É, no entanto, indicada para ambos os sexos, sendo que o número de homens a realizá-la tem vindo a aumentar. A busca pela redução de peso e definição dos músculos são os principais responsáveis por esse aumento.

 

Com funciona?

Uma sessão ou aula de ginástica localizada, embora não seja uma sequência obrigatória, é dividida geralmente em quatro fases:

-Aquecimento: exercícios de aumento metabólico que deve ser lento e gradual;

-Parte principal: onde são trabalhados os grandes grupos musculares;

-Exercícios no solo, são essencialmente destinados ao abdómen, aos glúteos e adutores;

-Relaxamento e alongamentos: consiste na desaceleração gradual do corpo e dos batimentos cardíacos.

 

Vantagens da ginástica localizada? 

As vantagens para sua saúde e qualidade de vida são óbvias. No entanto, podemos destacar:

– Melhoria da postura: devido à variada gama de exercícios, a ginástica localizada treina o corpo todo de uma forma equilibrada, contribuindo para uma melhora geral no que se refere á postura.

– Melhoramento das habilidades psicomotoras: os exercícios da ginástica localizada podem contribuir para a melhoria de agilidade, do equilíbrio e da coordenação.

– Prevenção quanto a possíveis lesões: como a ginástica localizada fortalece os músculos, os ligamentos e tendões, quando feita de forma correta e constante, pode ajudar a reduzir e a prevenir, possíveis lesões do dia a dia.

– Ajuda no emagrecimento: a localizada é uma ótima aliada para quem está à procura de perder peso. Proporciona fortalecimento dos músculos e, dessa forma, uma maior perda de gordura, além de ajudar a modelar o corpo e auxiliar o sistema cardiorrespiratório.

 

Gordura localizada!

A ginástica localizada emagrece bastante, no entanto, não é correto pensar que a mesma “queimará” gorduras localizadas numa região especifica, isto porque a perda de gordura é sistémica, ou seja, ela acontece de forma geral no corpo.

 

O organismo não identifica de onde as reservas de energia produzidas pelas gorduras são retiradas, ele está constantemente a mobilizar e armazenar gordura de diversas partes do corpo, em vários momentos do dia.

 

Além disso, o corpo de cada indivíduo apresenta um padrão diferente para o processo de armazenamento de gordura e diversos fatores podem influenciar onde cada pessoa tem a maior parte de gordura localizada no organismo. Alguns desses fatores são os níveis hormonais, a genética e até o género.

 

A ginástica localizada aliada a uma alimentação saudável e equilibrada traz resultados. Ainda mais rápidos se tiver a orientação de profissionais, tanto de um nutricionista para avaliação e planeamento de alimentação como de um profissional de desporto para o acompanhamento dos movimentos para os realizar de forma correta.

 

Qualquer pessoa pode fazer ginástica localizada? 

Sim, desde que esteja em boas condições de saúde e que não possua nenhum impedimento para realizar os exercícios propostos. Pessoas com dores nas articulações, dores musculares ou até na coluna precisam de uma avaliação mais completa dada por um profissional qualificado, que neste caso é o profissional de desporto ou até de um médico, nos casos de pacientes com problemas cardiovasculares ou respiratórios.

 

BONS TREINOS!!!

Artigo anterior

Astrologia e saúde: as ideologias de Sagitário

Próximo artigo

Hiperplasia Benigna da Próstata: uma doença mais habitual e menos conhecida que o cancro da próstata