Home»GLAMOUR»BELEZA»Barba grande e sem pelos no corpo: a nova tendência de beleza masculina

Barba grande e sem pelos no corpo: a nova tendência de beleza masculina

O look ao natural já era. Agora os homens querem um corpo suave ao toque, procurando, por isso, cada vez mais soluções de depilação com esse objetivo. E nenhuma zona é considerada demasiado privada para depilar, segundo revela uma nova pesquisa da consultora Mintel. Já a barba… essa veio para ficar.

Pinterest Google+

Nos últimos dois anos, a popularidade da depilação corporal disparou entre os homens, sobretudo junto das camadas mais jovens, entre os 16 e os 24 anos, revela um novo estudo da consultora Mintel. Diz a consultora que, em 2018, 46% de todos os homens removeram pelos dos seus corpos. Uma subida relativa aos últimos dados, de 2016, onde este valor se situava acima de um terço (36%). Já a barba veio para ficar.

 

De facto, segundo a pesquisa realizada no Reino Unido, parece que nenhum lugar nos corpos dos homens jovens é considerado demasiado privado para depilar. Assim, hoje, 57% dos jovens do sexo masculino com idades entre 16 e 24 anos dizem ter removido os pelos da região púbica, em comparação com 40% em 2016. Outro dado indica que 42% dos homens tiram os pelos das axilas. Esta era uma opção para 16% em 2016. Já a remoção de pelos no peito aumentou de 15% em 2016 para 30% em 2018. E a depilação das costas aumentou de 10% em 2016 para 12% em 2018.

 

VEJA TAMBÉM: AS DICAS DE BELEZA DE… AFONSO VILELA

 

Revela assim a pesquisa que os homens jovens com idade entre 16-24 estão a remover pelos do corpo quase tanto como as mulheres jovens da mesma idade, com proporções semelhantes em ambos (29% dos homens versus 34% das mulheres). As três áreas líderes de depilação nas jovens mulheres com idades entre os 16 e os 24 anos são as axilas (90%), pernas (90%) e região púbica (75%).

 

Enquanto quase metade (45%) dos adultos concorda que é injusta a expectativa de que os corpos das mulheres devam ser livres de pelos, cerca de um em cada cinco (19%) dos adultos concorda que os homens devem remover os pelos dos seus corpos. «Hoje, os consumidores estão a sentir pressão para não terem pelos. No entanto, enquanto a pressão sobre as mulheres continua a ser maior, estamos a ver cada mais homens, jovens em particular, a sentir necessidade de não terem pelos também. Os reality shows popularizaram os troncos sem pelos, normalizando a estética livre de pelos entre os homens. Este ano também viu o desenvolvimento de novos produtos na categoria de remoção de pelos corporais masculinos», explica Roshida Khanom, diretora associada de Beleza e Cuidados Pessoais da Mintel.

 

VEJA TAMBÉM: CABELO E PELE: OS CUIDADOS DE BELEZA ESSENCIAIS PARA COMBATER O FRIO

 

Não é apenas o corpo que está a ser alvo de remoção de pelos.  A depilação facial entre os britânicos subiu de 73% em 2016 para 80% em 2018. O número de homens a aparar as sobrancelhas aumentou de 33% em 2016 para mais de quatro em dez (42%) em 2018. Enquanto isso, o número dos que retiram os pelos do nariz subiu de 11% em 2016 para 20% em 2018.

 

Enquanto os homens mais velhos tradicionalmente se preocupam menos com a depilação (apenas 12% dos homens com mais de 65 anos removeram pelos do nariz em 2016), os tempos modernos estão a registar uma mudança. Em 2018, 31% dos homens com mais de 65 anos removeram o pelo do nariz, 32% aparou as sobrancelhas e 34% removeu o pelo das orelhas.

 

VEJA TAMBÉM: O QUE TORNA UM HOMEM ATRAENTE?

 

Mas, apesar do aumento da aparência ao redor do rosto, a amada barba não mostra evidências de declínio. 44% dos homens têm barba por fazer, 20% barba aparada e 7% barba espessa / cheia. A maioria (76%) dos adultos concorda que as barbas devem ser bem cuidadas. «Enquanto que os homens jovens estão a liderar a tendência de remoção de pelos no corpo, os homens mais velhos estão a dirigir a tendência da depilação facial, destacando-se que estes também estão a sentir pressão para acompanharem as aparências. As marcas podem fazer mais para se envolver com este grupo demográfico, seja projetando produtos para as suas necessidades exclusivas de remoção de pelos ou incluindo-os em material publicitário e de marketing», finaliza. Roshida.

 

Veja agora, na galeria no início do artigo, as dicas da Academia Americana de Dermatologistas para bons cuidados com a pele masculina.

Artigo anterior

Astrologia e as crianças: Sol em Caranguejo

Próximo artigo

Dois milhões de portugueses em risco de desenvolver diabetes tipo 2