Sobre o Autor

José Cunha

José Cunha

Médico especialista em Ginecologia e Obstetrícia.

Foto: Freepik

Em Portugal, a esperança média de vida para a mulher é de 82 anos e a média de idade em que se verifica a menopausa tem permanecido constante: à volta dos 49-50 anos. Neste Dia Mundial da Menopausa, assinalado a 18 de outubro, o ginecologista José Cunha explica esta realidade que ocupa boa parte da vida da mulher.
Saiba o que são leites adaptados

As técnicas de procriação medicamente assistida são responsáveis pelo nascimento de 1% a 2% das crianças no mundo desenvolvido. (Parte 2). Por José Cunha.
Vigilância das crianças nascidas de técnicas de reprodução medicamente assistida

Cerca de 1% a 2% das crianças no mundo desenvolvido nascem como resultado de técnicas de procriação medicamente assistida (PMA). Assim é fundamental que avaliemos o seu desenvolvimento físico e emocional/psicológico. Por José Cunha.
Epidural pode prevenir depressão pós-parto

Cerca de 40% dos casos de gravidez ectópica ocorrem em mulheres com passado de doença inflamatória pélvica. Por José Cunha.
Efeitos dos estrogénios na mulher

Numa população de mulheres cada vez com mais idade, não é fácil determinar a efetiva repercussão dos fibromiomas na reprodução, visto que com os anos a fertilidade diminui e a probabilidade de desenvolvimento de miomas uterinos aumenta. Por José Cunha.
Foto: Freepik

Esta patologia afeta entre 5 a 15 % das mulheres em idade reprodutiva. Conheça as suas manifestações na adolescência e na idade adulta. Por José Cunha.
Foto: freepik

Para determinar se uma mulher é saudável e está em condições de proceder à doação, é fundamental uma criteriosa avaliação das mulheres candidatas. Conheça todo o processo. Por José Cunha.
Foto: Freepik

A doação de ovócitos é um dos métodos de tratamento indicados para solucionar problemas de fertilidade na mulher e tem taxas de sucesso que rondam os 50%. Por José Cunha.
Foto: Freepik

Nem todas as mulheres com alterações mamárias têm que ser obrigatoriamente enviadas para unidades diferenciadas, podendo muitas delas ser seguidas pelo médico de família. Por José Cunha.
Foto: Freepik

Nas mulheres em idade fértil, menos de 1% dos quistos ováricos são malignos. Por José Cunha.