Home»FOTOS»Ataques cardíacos aumentam durante jogos de futebol

Ataques cardíacos aumentam durante jogos de futebol

Cardiologistas alertam para o perigo que as emoções fortes representam sobretudo para quem já tenha algum problema a nível cardiovascular. Estudos mostram que ataques cardíacos e AVC aumentam durante os jogos.

Pinterest Google+

Assistir a um jogo de futebol representa um risco acrescido para sofrer um ataque cardíaco ou um acidente vascular cerebral (AVC), alerta o diretor de Promoção da Saúde Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Fernando Costa, a propósito do Mundial de Futebol que está a decorrer.

 

«Há um aumento enorme de ataques cardíacos e derrames durante os jogos. Mais em homens, porque eles identificam-se mais com o futebol. Se estiver muito nervoso, levante-se, saia, beba um copo de água», recomenda o médico em declarações à BBC Brasil.

 

VEJA TAMBÉM: ASSISTIR A JOGOS DE FUTEBOL ENGORDA

 

A propósito do tema, um estudo levado a cabo na Alemanha revelou que a incidência de emergências cardíacas entre adeptos alemães durante os jogos da seleção alemã no Mundial de Futebol de 2006 cresceu, em média, 2,66 vezes. Os homens foram mais afetados que as mulheres, mas, em ambos os casos, houve mais episódios de enfarte, angina e arritmia cardíaca. Em 2013, um estudo da Universidade de São Paulo indicou que as ocorrências de enfarte aumentavam de 4% a 8% entre os brasileiros durante os jogos do Mundial.

 

«Isto pode parecer uma piada e, para as pessoas que não ligam a futebol, pode soar como disparate. Mas é coisa séria. Os estudos têm mostrado que as emoções fortes são um gatilho muito importante, especialmente para quem já tem uma doença do coração», declara Sérgio Timerman, coordenador do Centro de Treino em Emergências Cardiovasculares da Sociedade Brasileira de Cardiologia, à BBC.

 

VEJA TAMBÉM: ACHA QUE SABE TUDO SOBRE HIPERTENSÃO?

 

Para os especialistas, a expressão ‘haja coração’ tem algum fundamento, uma vez que o sistema cardiovascular é o mais afetado durante momentos de ansiedade, angústia e stress prolongados. Isto acontece porque estas situações mobilizam as hormonas que preparam o corpo para as situações de ataque ou de fuga. E esse efeito é semelhante neste tipo de situação stressante.

 

Assim, relembram os especialistas, é importante manter a calma na hora do jogo, mesmo que pareça impossível. «Em qualquer evento que nos traga fortes emoções, é importante ter um amparo familiar e presença de amigos. Procure também não mudar demais a sua rotina e evite excessos – sem cafeína a mais, álcool a mais, gordura a mais ou cigarros a mais», aconselha Timerman.

 

VEJA TAMBÉM: FAZER SAUNA FAZ BEM AO CORAÇÃO E NÃO SÓ

 

Se estiver a tomar medicação controlada, nada o impede de acompanhar a seleção, mas caso o jogo seja especialmente difícil pode conversar seriamente com o seu médico antes do jogo para avaliar os riscos. Também é importante ver o jogo junto de pessoas que não sejam demasiado ansiosas para não aumentar o risco de contaminação de stress, como acontece quando se assiste a jogos em locais públicos. Reduzir o volume do som também ajuda a acalmar, alertam.

 

Conheça as recomendações difundidas pela Fundação Portuguesa de Cardiologia para prevenir as doenças cardiovasculares, na galeria localizada no início do artigo.

Artigo anterior

Artistas do Rock in Rio autografam guitarras e ajudam a recuperar a floresta portuguesa

Próximo artigo

IKEA e NASA colaboram na criação de mobiliário para espaços pequenos