Home»VIDA»ALTERNATIVAS»Astrologia: relacionar as doze casas

Astrologia: relacionar as doze casas

Para uma total compreensão das casas astrológicas, precisamos de olhá-las como um todo: nenhuma das áreas de vida ali representadas faz sentido se não tomarmos em conta todas as outras.

Pinterest Google+
PUB

Casa 3

  • Representa os movimentos, as viagens curtas ou pequenas, os transportes, as formas de comunicação, quer seja falada ou escrita (por exemplo, documentos, cartas, discursos, conferências, empresas de papéis, etc.). Tudo o que respeita à educação básica da pessoa. Também os irmãos e as irmãs. Os vizinhos e conhecidos (se têm alguma importância para a pessoa); os irmãos e primos. As aventuras ocasionais.
  • Os irmãos, as irmãs, os colaterais, as comunicações, as pequenas deslocações, o mundo relacional circundante e a faculdade de adaptação ao meio onde somos chamados a movimentar-nos ou a realizar-nos.
  • A influência da formação recebida no enquadramento de um meio particular e no seio familiar. Quando esta Casa recebe muitos aspetos, o nativo projeta uma imagem de si próprio independente da sua consciência, que o destino influencia num sentido benéfico ou maléfico consoante o caso ou a possibilidade de livre arbítrio que o nativo porá em marcha por vontade própria.

 

Na astrologia horária – mensagens, cartas, conversas, quem transmite a mensagem, passageiros, internet, telefones, etc.. Na astrologia médica, os braços, os dedos, mãos e articulações superiores. Na astrologia mundana, meios de comunicação, estradas, pontes, os media, os jornais, as revistas, todo o tipo de relação e comunicações oficiais.

 

Casa 4

  • Representa os sentimentos mais profundos, mais íntimos e pessoais no círculo mundano; as raízes. Simboliza o lar, a vida familiar, os bens imóveis. Esta Casa descreve tanto o começo como o final da vida. Encontra-se ligada à mãe. Refere-se a tudo o que rodeia intimamente o nativo e que também o protege. O lar, os pais, a hereditariedade, as posses imobiliárias. O ambiente do qual nos apercebemos e que temos tendência a viver no início e no fim da nossa vida, a nossa riqueza interior, os tesouros escondidos, a sepultura, os legados à posteridade, a reputação após a morte.
  • O nativo que tiver esta Casa fortemente influenciada sentirá a necessidade de deixar a sua marca, boa ou má, conforme a influência do seu destino por meio dos astros no seu horóscopo de nascimento.
  • Nesta Casa, o livre arbítrio é muito restrito; não é, todavia, possível fazê-lo agir. Por esse motivo, é preciso que o nativo se sirva de uma vontade superior à normal.

 

Na astrologia horária – define todos os assuntos relativos a terra e casas, desde a compra ao arrendamento, a cultivos e tesouros escondidos. Indica ainda a qualidade da terra ou casa. Na astrologia médica, o estado do tórax e dos pulmões. Na astrologia mundana, castelos, fortalezas e edifícios em geral, assim como jardins e terras de cultivo.

 

Casa 5

  • Relaciona-se com os filhos, com o seu carácter, predisposições naturais, e com o parto. Representa a criatividade da pessoa. Está relacionada com os prazeres, as diversões e os afetos íntimos. O amor, a nossa capacidade de dar amor; os compromissos e os amantes. As férias, os passatempos, os jogos, os desportos e as especulações em geral. O mundo da criação e da recriação, aquilo que o indivíduo apregoa de si próprio. A progenitura, a arte, os ornamentos, o amor, os divertimentos, a sexualidade, a espontaneidade dos sentimentos, os dons, a materialização dos desejos profundos, as modas, os jogos de azar, a transmissão do saber.
  • Quando esta Casa é fortemente influenciada pelos astros, o nativo tem tendência para seguir a sua inspiração em detrimento da sua razão e daqueles que o rodeiam. No entanto, é possível que a influência de determinadas Casas do zodíaco por meio dos astros que as habitam permita ao nativo fazer agir o seu livre arbítrio, o que lhe dá a possibilidade de ser o artesão do seu êxito ou da sua queda, consoante o caso.

 

Na astrologia horária – assuntos dos filhos, crianças, gravidez e fertilidade, assim como convites para festas, e outras atividades de lazer. Na astrologia médica, significa o estado do fígado, do coração, das costas e parte lateral do corpo. Na astrologia mundana, embaixadores, assim como lugares de divertimento, os recursos da cidade.

 

Casa 6

  • Representa o ambiente geral do trabalho; o tipo de roupa que costumamos usar; a maneira de vestir; a nutrição geral do organismo, a dieta; a higiene e os cuidados conferidos ao corpo físico. Está ligada aos animais domésticos. Representa os trabalhos dependentes.
  • Simboliza os problemas de saúde que podem afetar uma pessoa. É a Casa do Serviço.
  • O quotidiano no sentido amplo. As obrigações do dia-a-dia, o sentido obrigatório do trabalho, os subalternos, os empregados domésticos, tudo o que obriga a uma disciplina, a saúde, as aflições e as preocupações de cada dia, as pequenas deslocações, as dificuldades a vencer, os pequenos animais, os trabalhos penosos em geral.
  • O nativo que tiver esta Casa fortemente influenciada pelos astros no seu zodíaco de nascimento será de natureza pessimista ou otimista, consoante os aspetos desfavoráveis ou favoráveis no seu tema.
  • Aqui, o livre arbítrio é extremamente restrito, mas acontece poder jogar por meio dos paraísos artificiais. Neste caso, é mais nefasto que o aspeto desfavorável e impele o nativo para um caminho repleto de

 

Na astrologia horária – questões de saúde, doenças, natureza e duração das mesmas, assim como perguntas sobre empregados, animais de porte pequeno. Na astrologia médica, parte inferior do abdómen, a barriga e os intestinos. Na astrologia mundana, assuntos do pais e região do estudo.

 

Casa 7

  • Representa o afeto do meio ambiente que nos rodeia, ou a forma de proceder dos outros para connosco. Indica a mais estreita relação feita com membros do mundo externo, fora da família. Pode ser o cônjuge ou sócio, ou uma amizade muito íntima. Os inimigos conhecidos também estão marcados com esta Casa. Tem a ver com o matrimónio, especialmente o primeiro; com o carácter e atitudes do cônjuge, dos sócios, contratos; processos judiciais; o divórcio; as controvérsias; pleitos ou juízos e associações em geral.
  • As associações, os contratos, o casamento, os divórcios, as ruturas, as disputas, os contactos com os outros, os inimigos declarados. A transmutação do eu através do casamento ou as associações boas ou más, consoante a influência que os astros dão ao seu Zodíaco de nascimento.
  • O nativo que tiver esta Casa fortemente influenciada pelos astros sentirá a necessidade de avançar no sentido que ela anuncia. Terá uma vontade muito forte de se casar ou associar para poder realizar as suas inspirações íntimas.
  • Nesta Casa, o livre arbítrio tem boas probabilidades de se atualizar mais facilmente que nas outras Casas, mas os erros são mais  prejudiciais do que parecem à primeira vista.

 

Na astrologia horária – a situação amorosa, o cônjuge e qualquer situação amorosa, os inimigos ou a pessoa a quem se faz a questão. Os oponentes no processo judicial os duelos, os ladrões e o astrólogo que faz a questão, assim como o médico. O destino de uma viagem o ponto de chegada, por oposição ao ascendente, que representa a partida. Na astrologia médica, significa as partes do corpo desde o umbigo as nádegas. Na astrologia mundana, os oponentes, os inimigos do país, do reino do povo, também as guerras e conflitos.

Artigo anterior

Como ter um casamento à prova de bala

Próximo artigo

Guia Bio: Saiba onde comprar produtos biológicos