Home»VIDA»ALTERNATIVAS»Astrologia medicinal: os quatro elementos vitais

Astrologia medicinal: os quatro elementos vitais

A saúde é descrita como o equilíbrio ou temperamento dos quatro elementos no sangue que permite que a força vital flua livremente através do corpo. Conheça as suas diferenças.

Pinterest Google+

Assim:

– Sangue tipo A, em que as hemácias possuem antígeno A em sua superfície e produzem anticorpos anti-B;

– Sangue tipo B, em que as hemácias possuem antígeno B em sua superfície e produzem anticorpos anti-A;

– Sangue tipo AB, em que as hemácias possuem os dois tipos de antígeno em sua superfície;

– Sangue tipo O, em que as hemácias não possuem antígenos, havendo produção de antígenos anti-A e anti-B.

 

Na doença, esse temperamento é perdido, fazendo com que um tipo particular predomine sobre os outros. A característica é identificada pelos sintomas produzidos, ou seja, quente ou frio, seco ou húmido. Esses sintomas são refletidos na natureza de Mercúrio, conforme descrito por Lilly: ‘Nós não podemos chamá-lo nem masculino nem feminino…, pois se em conjunto com um planeta masculino, ele se torna masculino, se com um feminino, então feminino; … Com o bem ele é bom, com o mal ele é o mal dos planetas” (CA., p.77).

 

Isso faz sentido quando é lembrado que Mercúrio simboliza Éter, a quintessência dos quatro elementos: Terra, Água, Ar e Fogo. O éter não possui qualidades próprias, mas ao incorporar os outros elementos contém todas as qualidades quentes, frias, secas e húmidas na sua natureza.

 

Portanto, se Mercúrio une um planeta masculino como Marte, a natureza quente e seca deste último traz características masculinas e ardentes na expressão de Mercúrio, ao passo que se unir um planeta feminino como Vênus, a natureza fria e húmida deste último traz características aquosas e femininas.

 

Quando se considera o “governo” zodiacal, a natureza de Mercúrio é descrita como “fria e seca”. A razão é devido a ser considerado como estando em oposição a Júpiter. Quando em conjunção com Júpiter, Mercúrio expressa suas características quentes e húmidas, mas quando visto como seu oposto simbólico, expressa as características frias e secas contrárias. Esta qualidade de Mercúrio é refletida pelo mercúrio de prata sendo distintamente frio e seco ao toque, apesar de ser um líquido.

 

Ainda temos nos temperamentos as caraterísticas de:

O BILIOSO reconhecido pela pele quente e seca, que equivale à qualidade dos signos de Fogo, pela tez amorenada e às vezes amarelada. Seus tecidos são firmes, músculos robustos e desenvolvidos em comprimento. Tem bom apetite. Bom garfo, com uma preferência pelas comidas bem temperadas, ricas, bebidas fortes, tendência a ter problemas digestivos, hepáticos e prisão de ventre. Elimina pouco e mal. Além da pele seca, observa-se no bilioso uma frequente hipertensão arterial, palpitações, tendência a ser friorento, mucosas secas, nevralgias e cãibras. É ativo, determinado, trabalhador; sua vitalidade é grande, sua necessidade de sono é limitada. Magro e seco, seu modo de andar e seus movimentos são nítidos, bruscos, ativos; seu pulso é rápido.

 

O NERVOSO em cujo tema predominam os signos de Terra, tem a pele fria e seca, a tez fosca, os tecidos lisos, a musculatura pouco desenvolvida. Normalmente magro, já que come pouco (embora exigente quanto à qualidade de sua comida), elimina pouco e dorme mal. Tem tendência à insônia, aos fenômenos neurastênicos (enervados), à astenia nervosa, à anemia e ao emagrecimento. Sofre muitas vezes de instabilidade cardíaca e artritismo, hipertrofia ou atrofia dos tecidos, conforme se apresenta o conjunto do tema. Seus passos são enérgicos e elásticos, seus gestos também; anda curvado; seu pulso é pequeno e duro.

 

O SANGUÍNEO pode ser reconhecido por sua afinidade com os signos de Ar e por sua pele quente e húmida; sua tez é “colorida”, rosada ou avermelhada. É um bom garfo, gosta de boa comida, bebidas, divertimentos e sono; daí a tendência à obesidade. Elimina bem; sais, urina, transpiração são abundantes no sanguíneo. Pouco propenso à atividade física, necessitaria, entretanto, de exercícios ao ar livre. Tende a ter problemas de circulação e no sistema respiratório, gota e reumatismos, arteriosclerose e congestão cerebral (edema). Seu pulso é enérgico e constante.

 

O LINFÁTICO tem pele fria e húmida, o que corresponde aos signos de Água; sua tez é pálida, muitas vezes tem sardas. Seus tecidos são moles, gordurosos, músculos flácidos e envolvidos em gordura. Embora moderado, não abusando da bebida nem dos prazeres, tem preferência por alimentos pesados, indigestos e gordurosos, o que lhe ocasiona um abdómen proeminente. Necessita de muito sono, gosta de passeios; seus gestos são moles, assim como o modo de andar. Propenso à hipersecreção salivar e estomacal, à hipertensão arterial, à asma, à hipertrofia do tecido linfoide, à sonolência; seus pés e mãos são, com frequência, húmidos e frios; seu pulso é lento e mole.

Artigo anterior

Maior limpeza de praia do Porto marcada para junho

Próximo artigo

O ginecologista explica: Produtos para a higiene genital feminina