Home»VIDA»ALTERNATIVAS»Astrologia e saúde: os pés de Peixes

Astrologia e saúde: os pés de Peixes

Como se carregasse o peso do mundo, na realidade este signo fecha um ciclo de onze experiências. O tálamo, a fibrina do sangue, pés, apêndice, sistema imunológico, estados emocionais, glândulas linfáticas, são os sistemas e órgãos que mais influenciam este décimo segundo signo.

Pinterest Google+
PUB

Culpeper diz: “Peixes reclama os pés e tornozelos, dedos dos pés e todos os ossos. Tarso e metatarsos … os ossos dos dedos dos pés, também a pele do pé, a carne e os vasos entre a pele e os ossos.”

 

Como último signo do zodíaco, é representado pelos pés, pela sua função de caminhar e todos os outros signos que acaba por carregar, permitindo um profundo ensinamento para poder sentir que se consegue erguer, mas acaba sempre por sofrer. Como se carregasse o peso do mundo, na realidade este signo fecha um ciclo de onze experiências. O tálamo, a fibrina do sangue, pés, apêndice, sistema imunológico, estados emocionais, glândulas linfáticas, são os sistemas e órgãos que mais influenciam este décimo segundo signo. Os planetas na décima segunda casa também indicam uma predisposição para problemas no sistema linfático e nos pés. Por ter dois planetas regentes, o tradicional Júpiter e o moderno Neptuno, caso esteja nesta área de vida ou no ascendente, pode indicar uma predisposição para este sistema e órgão.

 

As lições de Peixes

Sendo o último signo com a água como elemento, nada é mais justo que Peixes seja representado pela flor-de-lótus (nelumbo nucífera), as suas raízes aquáticas representam a mente do pisciano, não há nada que previna que elas se expandam em direção ao desconhecido, o que será um ótima forma de analisar Peixes, nas profundezas do oceano nascem os maiores tesouros, mas também os maiores perigos. E aqui reside muitas vezes suas lições, a flor que desbota toda a beleza, também possui aromas que podem intoxicar tal como a constante atitude de ser mártir ou vítima das circunstâncias que se apresenta na sua vida. Como a simbologia se refere as dois Peixes, um nada no passado outro para o futuro e o presente? Esta pode ser a sua maior dificuldade.

Caso não dê atenção ao corpo poderá ter várias manifestações físicas para poder se ligar aos prazeres da vida, algo que este nativo pode se descuidar, precisa de respeitar o seu biorritmo.

 

Manifestações físicas de Peixes:

  • Pé chato e acidentes com os pés
  • Bronquite
  • Corpo frio
  • Infeções no sistema linfático
  • Problemas na circulação sanguínea
  • Joanetes
  • Apendicite
  • Asma, problemas pulmonares

 

Muitas vezes pode não ter a consciência destes sintomas, umas vezes por excesso de preocupação ou até mesmo chegar a ser hipocondríaco, e por outras vezes a tendência de andar no mundo do imaginário. Conhece aquela frase “O homem é aquilo que sonha” típico deste signo. Mas, por vezes pode não “acordar” e deixar a vida passar e perder o foco no momento para poder tomar decisões e sua vida regenerar.

 

Técnicas terapêuticas

Como carrega o mundo as costas e sente a dor do coletivo como fosse a sua, precisa de técnicas que libertem esta tendência, que leva a desviar do seu propósito e da sua saúde, mental, emocional, física e bioenergética.

Por isto questões que deve refletir para dar um plano ao seu biorritmo:

 

  • O que faço aqui? Para onde quero ir? De onde venho?
  • Que sonhos quero realizar? O que estou a fazer para os concretizar?
  • Como se foca no presente mantendo a sua firmeza de ação? O que o leva a dispersar?
  • Quais são as áreas da sua vida onde se sente desconectado?
  • O que dá estrutura a sua vida de forma a fazê-lo caminhar?

 

Exercícios:

Uma boa forma de equilibrar os seus corpos, mental, físico e emocional, é importante as caminhadas, poder estar em contato com a natureza, e com a energia da força do mar. Pode fazer vários exercícios respiratórios, para libertar a energia que acumula no corpo e levar mais oxigénio ao cérebro, mas também pode;

 

  • Procure ter um momento para estar sozinho, e comodamente sente-se numa cadeira e sinta os pés bem firmes no chão, coloque as mãos em concha relaxadas nas coxas e comece a fazer várias inspirações sentindo o ar a encher até ao umbigo, e lentamente expire totalmente, fazendo 3 vezes;
  • A medida que faz este pequeno exercício de preferência várias vezes ao dia, visualize umas raízes (tipo arvore) a saírem dos seus pés e a enraizar no solo, permitindo sentir a firmeza e de seguida visualize uma chuva de pétalas de rosa a cairem sobre a sua cabeça, e permita-se sentir gratidão.

 

Poderá acrescentar ao exercício, uma afirmação: “Eu conecto-me”, para se sentir ligado  a tudo á sua volta, ao manter este “mantra” ou “kotodama” (repetição de uma frase que atua na Mente e no Espirito) sente que é o cocriador da sua jornada de vida, e que sem o seu poder de se conectar pode dispersar e sentir que tudo à sua volta, ou acontecimentos externos, desviam o seu propósito. Ao sentir que é o pilar da sua vida, a firmeza da sua vontade, e a capacidade de se sentir dono da sua própria vida, poderá levar aos outros a sua capacidade de sonhar e de incentivar a união. Tal como Jesus Cristo nos ensinou: “Ama o próximo, como a ti mesmo”, é um dos firmes lemas da sua vida para que não perca a sua centelha divina.

 

Alimentos mais adequados:

Alcachofra, espargos, feijão, cereais e grãos, ervilhas verdes, milho, lentilha, agrião, quiabo, repolho, rabanete, folha de nabo, soja, nozes, coco, limão, abacaxi, amêndoa, romã, avelã, amendoim, bacon, presunto, coração bovino, fígado, salame, ostras, farinha de milho, trigo integral, gérmen de trigo, gema de ovo, salsa, leveduras, fibra de arroz, algas.

 

Temperos adequados: Ingestão moderada de sal e ervas aromáticas

 

Essencial para o seu crescimento, onde irá metabolizar os hidratos de carbono, garantindo um bom funcionamento do coração, nervos e músculos, tem a vitamina B, sendo que os piores inimigos deste complexo B são café, bebidas alcoólicas, açúcar e anticoncecionais à base de estradiol, medicamentos à base de sulfas. O complexo B afeta o tônus muscular e os processos digestivos. Procure reforçar o seu sistema imunitário na altura do outono e primavera, com sílica, vitamina C, equinácea e outros que o seu médico ou naturopata o podem orientar.

Artigo anterior

Conheça as cidades mais aterradoras da Europa

Próximo artigo

Disfarces infantis para o Halloween