Home»VIDA»ALTERNATIVAS»Astrologia e saúde: o equilíbrio de Balança

Astrologia e saúde: o equilíbrio de Balança

Descubra como a astrologia pode influenciar a sua saúde. Este signo do zodíaco está diretamente relacionado com o equilíbrio e a diplomacia e que consequências pode ter a sua manutenção.

Pinterest Google+

Como signo do hemisfério social, aquele que representa a forma como lidamos com as questões externas, a Balança recebe toda a acumulação do hemisfério interior, e a oposição a Carneiro leva a tensão nos rins, gerando medos em se sociabilizar. Procura manter a sua atitude diplomata, leva à tendência de reter no sistema nervoso central tensão e pressão na zona lombar da coluna. Representa a forma como lida com as questões da justiça social e a necessidade de equilíbrio.

 

O planeta Vénus, seu regente, incide sobre o corpo físico valorizando o pescoço, ouvido, faringe, laringe e garganta, para além do segmento cervical da coluna vertebral. Ainda de referir a circulação venosa, sistema hormonal, tireoide, ovários, órgãos sexuais femininos, rins e funções renais, maxilar inferior. O mesmo pode acontecer com o ascendente em Balança ou a Vénus na casa 7.

 

As lições de Balança

Ao chegarmos ao hemisfério norte, na casa 7, começamos a lidar com o social, a justiça, o parceiro, os relacionamentos de uma forma geral, incluindo o nosso terapeuta, o nosso médico, o que urge neste signo criar uma valorização ao seu meio social procurando sentir a sua firmeza e estabilidade, na realidade é ligar o seu SER que experiencia no hemisfério interior e liga-lo as experiencias externas.  A ligação a Vénus seu planeta leva a uma predisposição de somatizar indecisão, emoções contidas, volubilidade, inconsistência, medo da solidão, indolência, dependência, o que pode sobrecarregar o seu organismo.

 

Manifestações físicas de Balança:

  • Músculos das costas duros e tensos
  • Espasmos musculares
  • Edema, erupções da pele
  • Desordens sanguíneas
  • Acumulação de gorduras
  • Problema rins
  • Alterações hormonais

 

A forte necessidade de estar ligada aos relacionamentos de forma harmoniosa pode trazer um problema, podendo ficar submissa ou não exteriorizar os seus sentimentos, somatizando no organismo. O agir de forma determinada e o agradar o outro é uma grande diferença e apesar de saber que pode ter esta tendência, a busca da verdade e do equilíbrio são cruciais para a sua saúde holística, no entanto pode vacilar para que seu meio ambiente seja mais saudável.  Habitou-se a querer o seu ambiente harmonioso e cooperativo, mas aquela frase “Talvez sim, ou talvez não” pode levar a travar muitas vezes a sua energia e criar tensões que por causa desta tendência acumula nos seus rins, e muitas vezes as dores musculares prendem-se a não deixar fluir e afirmar a sua opinião, mesmo que tenha que dar um berro, ou criar algum confronto.

 

Técnicas terapêuticas

Como conseguir se libertar da indecisão? Não perdendo a sua integridade em prol do outro, acolhendo as necessidades dos outros e não das suas. Pode parecer por vezes estranho dizermos que primeiro nós e depois os outros, para muitos esta frase liga-se ao egoísmo, mas relembro de forma sintetizada a frase de Jesus Cristo; “ …Ama o próximo, como a ti mesmo…” , para refletir e agir em prol da sua autovalorizarão, que pode trazer cortes, ou dissabores, mas equilibra seu interior de acordo com o seu Self.  Por ser um signo de parcerias e relacionamentos e de uma forte ligação com a justiça social, precisa de refletir nestas questões:

 

  • Sente que a sua vida esta equilibrada? Qual a área da sua vida que esta em desequilíbrio?
  • Quais as verdades que sustenta que são fundamentais para si e que as realiza? Qual esta no topo da sua lista? Como incorpora na sua vida?
  • Sabe quando cria os seus limites e começam dos outros?
  • Diz a si mesma que exibe a qualidade da gratidão no seu dia-a-dia? Como?
  • Recebe na sua vida o suporte necessário? O que precisa de acontecer com o seu relacionamento para ter mais suporte?

 

Exercícios:

Como seu foco incide nos relacionamentos, com a frase “Tu e nós versus Eu”, a lição com a energia é feita de forma a ter a certeza que não perde a sua integridade ao atender as necessidades dos outros. Como não gosta de confusões e procura balançar com a sua diplomacia, pode não chegar a atingir o que pretende e com isso criar tensões porque não disse o que queria com receio de magoar ou desequilibrar uma relação. Como pertence ao signo do Ar é importante ativar sua forma de comunicar o que sente mesmo que pode vezes possa ao outro contrariar, afinal é da sua vida que se trata e poderá manter o equilíbrio se por exemplo, aprender a dizer NÃO, e procurar ter momentos especiais consigo, organizando tarefas no seu dia-a-dia onde num desses momentos seja só para si. Pois é normal que ao querer atender tudo e todos, sinta muito cansaço, desagaste e desequilíbrio no seu sistema imunitário.

 

Para criar maior foco, poderá:

  • Fazer várias vezes caminhadas e procurar uma zona alta, tipo uma montanha, inspire e expire três vezes, levante os braços em direção ao céu e sinta toda a energia que recebe e a ligação dos seus pés a Terra onde enraíza o seu corpo, aproveite e numa das expirações recite este mantra: “Om, Om, Om….” sentindo a vibração e deixe ficar o máximo que puder.
  • De seguida ouse dar um grande berro, libertando a sua tensão e aproveite para o fazer várias vezes sentindo a força das suas células a regenerarem seu corpo, aproveite e contemple o equilíbrio da natureza e sinta-se conectado.
  • Durante o seu relaxamento no seu dia-a-dia sempre que for possível com a estimulação do seu polegar ative o centro da planta do seu pé direito e esquerdo, de forma a libertar a tensão acumulada nos seus rins.

 

Ao sentir a conexão do seu elemento o Ar consegue libertar a sua tensão e a tendência de acumular para o outro não magoar.  Como sendo o sétimo signo do zodíaco esta energia vem de Carneiro, Touro, Gémeos, Caranguejo, Leão e Virgem, levando a esta afirmação: “EU SOU A PONTE”  que ajuda o outro a atravessar, mas tenha cuidado para não ficar do outro lado da margem em prol de ajudar o outro, afinal o seu oposto é Carneiro que esta mesmo a sua frente para lhe relembrar esta frase: “EU SOU” e procurar este equilíbrio não é fácil, para um signo que procura levar a paz, o equilíbrio aos outros, não se esqueça de si.

 

Alimentos mais adequados:

Ervilhas, cogumelos, agrião. Abacate, amendoim, semente de girassol. Fígado, coração e carne bovina, carne branca de peru ou frango, presunto, linguado, atum, farinha de trigo integral, arroz integral, farinha de trigo integral, gérmen de trigo. Ervas, semente de bardana, feno grego e salsa. Levedado e fibra de arroz.

 

Temperos devem ter um teor leve e rico em ervas aromáticas.

Por ter a tendência acumulação de tensões no coração e nos rins podem se sentir afetados pela pressão causada, e como abre a estação do outono precisa de fortificar o sistema imunitário, como prevenção para as tendências desta época. Como acumula procure libertar o que fica na vesicula destas acumulações, limpado nesta estação do ano o seu organismo, por exemplo; complexo B e vitamina C, ajuda a prevenir os processos oxidativos.

 

Nota: Tendência acumulação de gorduras no organismo, assim como baixa do sistema imunitário, procure os sulfatos ferrosos que interferem na assimilação da vitamina E. Diminui a incidência das doenças cardiovasculares. baixa as taxas do LDL (mau Colesterol) protege a membrana celular da oxidação, que reduz a capacidade de filtrar substâncias tóxicas, assim como o arroz vermelho com krill e assim poder reter nutrientes, e outras que seu médico o possa orientar, ou um naturopata.

 

 

Artigo anterior

Investigação liderada por português descobre proteína associada ao envelhecimento vascular

Próximo artigo

Remédios naturais para mulheres