Home»LAZER»DICAS & VIAGENS»As melhores regiões da Europa para os apreciadores de vinho

As melhores regiões da Europa para os apreciadores de vinho

Se é apreciador de enoturismo, faça esta viagem pelas regiões preferidas dos amantes de vinho um pouco por todo o mundo, Portugal incluído.

Pinterest Google+
PUB

Nouvelle-Aquitaine – França

Número um no ranking, a Nouvelle Aquitaine é a melhor região vinícola da Europa. A região tem todas as características para ser o paraíso dos amantes do vinho: do Languedoc a Bordeaux, incluindo bebidas espirituosas como o Cognac e o Armagnac.

 

Nouvelle Aquitaine tem mais de 11.000 vinhas e é a segunda maior área vinícola em França. O preço médio de uma garrafa de vinho é de 5 euros em Bordeaux, a sua principal cidade. O Sudoeste de França é também uma região turística conhecida pela sua gastronomia e pelas suas magníficas paisagens. Então, de que está à espera para ir e provar as especialidades regionais acompanhadas de um delicioso vinho?

 

Holidu tip: Faça uma viagem a Arcachon e desfrute das deliciosas ostras locais com um bom vinho branco Bordeaux, como o Pessac-Léognan blanc.

 

Sicília – Itália

Em segundo lugar na classificação temos Itália, o país que conta com 6342 produtores de vinho. Mas é de Sicília que vamos falar, devido à sua localização geográfica, no Mediterrâneo, esta região tem uma longa história de diferentes culturas que confere à ilha uma herança rica e notável.

 

Os vinhos são, então, um reflexo dessa herança e muitos se tornam cada vez mais populares. Vinhos como o Malvasia, o Novello e o  Catarratto Bianco são algumas das maravilhas que o esperam.

 

Holidu tip: Uma visita a Sicília não estaria completa sem um passeio de barco para descobrir as ilhas Eolian. Se preferir ficar em terra, as vilas de Siracusa, Ragusa, Noto ou Taormina não o vão desiludir.

 

VEJA TAMBÉM: PORQUE OS DIFERENTES VINHOS PEDEM DIFERENTES TIPOS DE TAÇAS?

 

Castilia la Mancha – Espanha

No lugar mais baixo do pódio temos Castilia la Mancha. É uma grande região situada a sul e leste da capital espanhola Madrid. Os vinhos de mesa a bom preço são elaborados a partir de várias castas de uva. Tradicionalmente, só eram plantadas castas que podiam tolerar condições quentes e secas.

 

A variedade de uva branca aparece em primeiro lugar, sendo a mais plantada em Castilla-La Mancha (e mesmo em toda a Espanha). Tempranillo é a casta de vinho tinto mais popular, seguida por Cabernet Sauvignon e Merlot.

 

Holidu tip:  Antes de partir à descoberta dos vinhos, faça uma visita guiada à Cidade Encantada situada no Parque Natural da Serranía de Cuenca, é o segundo Monumento Natural mais famoso da província de Cuenca.

 

Campania – Itália

Campania, em Itália, apresenta uma enorme variedade de vinhos e está por isso no quarto lugar do nosso ranking. A região tem fortes ligações históricas ao vinho, datando do século XII a.C., e é uma das regiões vinícolas mais antigas de Itália. Alguns dos melhores vinhos são: Greco, Asprinio, Pallagrello branco , Fiano, Falanghina, Coda di Volpe, Forastera e Biancolella.

 

Holidu tip: Faça uma visita inesquecível às ruínas de Pompeia, estas constituem uma das experiências arqueológicas mais fascinantes do mundo.

 

Umbria – Itália

Em quinto lugar, conhecida como o “coração verde de itália” encontramos Umbria. Aqui, existem três produtores responsáveis pela plantação de uvas tintas Sagrantino, bem como Sangiovese, Colorino e outras variedades italianas. Os produtores também cultivam uma variedade de uvas internacionais, nomeadamente Merlot e Cabernet Sauvignon.

 

Holidu tip: Se é apaixonado por arte, não pode perder o Palazzo dei Priori, um dos edifícios mais bonitos e imponentes de Perugia. É o lar da Galleria Nazionale dell’Umbria , uma soberba galeria de arte medieval e renascentista da Umbria.

Pays de la Loire – França

França mais uma vez na classificação, agora no sexto lugar. Um dos fatores que a leva a estar aqui é o número de produtores de vinho existentes, 4625 para ser mais exato. Esta região é conhecida por fazer parte do famoso vale do Loire, estendo-se desde a costa atlântica até à região francesa do Auvergne, ao longo do rio Loire.

 

Aqui encontrará o maravilhoso o vinho Muscadet, produzido segundo as tradições francesas contribuindo para um maior sabor e frescura.

 

Holidu tip: Faça uma visita aos castelos da região, o Castelo de Chambord é o maior de todos, o de Azay le Rideau talvez o mais pitoresco, e o Castelo de Chenonceau é a combinação ideal entre castelo, jardins e vista, mas rapidamente terá o seu próprio favorito quando o visitar.

 

Comunidade Valenciana – Espanha

Como já vimos até agora, Espanha apresenta-se como um excelente destino para os amantes de vinho. Uma grande vantagem, uma garrafa de vinho (gama média) custa cerca de 4€ não sendo muito caro quando comparado com outros destinos europeus. A comunidade valenciana aparece, portanto, em sétimo lugar. Podemos encontrar uma grande variedade de uvas entre as quais: Monastrell, Tempranillo, Cabernet Sauvignon e Merlot. Existem ainda sete crescentes regiões e três produtores de vinho classificado.

 

Holidu tip: Venha pelo vinho, mas fique por muito mais, faça uma excursão a Bocairente onde pode viajar para o interior de Valência e descobrir esta belíssima cidade medieval.

 

Toscana – Itália

A Toscana oferece aos visitantes, alguns dos melhores vinhos do mundo e programas para aprender sobre os mesmos. Existem quatro mestrados em Itália onde pode aprofundar os seus conhecimentos. Seja um iniciante ou profissional nos vinhos sabe que a Toscana é um local imperdível.

 

A região é responsável pela produção de alguns dos vinhos mais conceituados do planeta, como o Chianti, que pode ser encontrado desde o século XIV. É difícil encontrar uma melhor região para a produção de vinho do que a Toscana.

 

Holidu tip:  Desfrute, ainda, de um passeio de bicicleta para explorar as colinas e aldeias do Chianti ou cozinhar pratos típicos da região com os locais.

 

Setúbal – Portugal

Esta classificação não estaria completa sem Portugal e a razão principal deve-se aos litros bebidos per capita, 62,1 litros para ser mais concreto. Setúbal é uma região onde sempre se trabalhou a terra, produzindo vinhos de perfil únicos e distintos. Uma terra de tradições, histórias e saberes passados de geração em geração. Com estes atributos, a região, é detentora de prémios nacionais e internacionais.

 

Holidu Tip: Poderá ainda, aproveitar várias atividades como a Rota dos Moscatéis, percurso pedestre dos Jardins de Vinhas e até programas familiares ligados ao vinho.

 

Piemonte – Itália

Terminando a classificação, a região de Piemonte está no décimo lugar. Se quer aprender mais sobre vinhos italianos, Piemonte é uma das regiões vinícolas mais úteis para se aprender. Por um lado, esta região apresenta-nos um novo conjunto de uvas para provar e compreender, desde Nebbiolo a Cortese. Por outro lado, Piemonte é considerada uma das melhores regiões vinícolas em Itália. Um ponto menos positivo, uma garrafa de vinho (gama média) custa cerca de 6 €, não sendo propriamente barata.

 

Holidu tip: Piemonte apresenta-nos uma enorme variedade de atividades aquáticas como canoagem, vela e windsurf, atreva-se!

 

 

Seleção do portal Holidu.

 

Artigo anterior

Tome antibióticos de forma responsável

Próximo artigo

Portugueses consomem 12 litros de álcool por ano