Home»FOTOS»As dietas detox pós-festas resultam? Nutricionista fala em poucas evidências

As dietas detox pós-festas resultam? Nutricionista fala em poucas evidências

As desintoxicações alimentares são muito populares nesta altura do ano. Prometem limpar o organismo dos excessos cometidos nas últimas semanas. Mas não é totalmente claro o modo como acontece este processo.

Pinterest Google+

‘Acho que comi demais’… Apostamos que disse isto no final do almoço do domingo de Páscoa. Tudo começou umas semanas antes, com umas amêndoas aqui, um pedacinho de folar ali. E depois foi a tia que ofereceu um ovo de chocolate e a mãe que fez um bolo fantástico…

 

Sente que entrou numa verdadeira espiral gastronómica e que precisa de um detox? As desintoxicações alimentares são muito populares depois das festas. Estas dietas prometem limpar o sangue e eliminar toxinas que prejudicam o corpo, no entanto, não é totalmente claro o modo como acontece o processo.

 

VEJA TAMBÉM: ALTERNATIVAS SAUDÁVEIS PARA MOMENTOS SÚBITOS DE GULA

 

Segundo o que a nutricionista Adda Bjarnadottir escreve no site ‘Authority Nutrition’, a típica dieta de desintoxicação envolve um período de jejum, seguido de uma dieta rigorosa de fruta, legumes e água. Pode também incluir ervas, chás e suplementos. Alegadamente, estas dietas podem ajudar no combate a vários problemas de saúde, incluindo a obesidade, problemas digestivos, doenças autoimunes, inflamação, alergias, inchaço e fadiga crónica.

 

Na verdade, há várias maneiras de fazer uma dieta detox, desde o jejum, passando pelos batidos, até à substituição de determinados alimentos por outros mais saudáveis. A maioria destas dietas tem em comum os batidos de frutas e vegetais, água e chá, eliminação de alimentos ricos em metais pesados e alergénicos, utilização de laxantes, exercício regular e eliminação completa de álcool, tabaco e açúcar refinado. Quanto à intensidade e duração, estas componentes variam.

 

Segundo Adda Bjarnadottir,  há pouca ou nenhuma evidência de que as dietas detox removem realmente quaisquer toxinas do corpo. «O corpo tem a capacidade de se purificar através do fígado, das fezes, da urina e do suor. O fígado torna as substâncias tóxicas inofensivas e, de seguida, certifica-se de que são libertadas pelo corpo», explica a nutricionista no site. Apesar disso, existem alguns produtos químicos que não são facilmente removidos por estes processos, incluindo os poluentes orgânicos persistentes, ptalatos, bisfenol A e metais pesados. Estes têm tendência a acumular-se no tecido adiposo ou no sangue e pode levar anos até serem expulsos pelo corpo.

 

VEJA TAMBÉM: ESTES ALIMENTOS FUNCIONAM COMO LAXANTES NATURAIS

 

Existem alguns relatos de pessoas que tentaram este tipo de dietas e garantem terem-se sentido mais concentradas e energéticas durante e após a dieta. Mas este bem-estar melhorado pode ser, no entanto, devido à eliminação de alimentos processados, álcool e outras substâncias insalubres e porque o corpo recebe mais vitaminas e minerais que estavam em falta. Existem também relatos negativos de pessoas que experienciaram indisposição durante o período de desintoxicação.

 

Enquanto algumas pessoas podem perder muito peso rapidamente, isso acontece devido à perda de líquidos e da retirada do consumo de hidratos de carbono, em vez de gordura. Este peso é, portanto, normalmente recuperado rapidamente quando começar a comer normalmente novamente. Sendo assim, as famosas dietas detox podem aparentemente ajudar na perda de peso a curto prazo, mas é necessário um plano bem estruturado, tanto a nível alimentar como de exercício físico, para manter o peso que conseguiu perder com a dieta pós-Natal.

 

Veja agora na galeria, no início deste artigo, algumas diretrizes para minimizar os excessos das festas e melhorar a sua condição de saúde ao longo do ano.

Artigo anterior

Mobbying: inferno no trabalho

Próximo artigo

Quer ser mais paciente? Dê largas à sua imaginação, dizem os cientistas