Home»VIDA»CASA & FAMÍLIA»As cores neutras na nossa casa: prós e contras

As cores neutras na nossa casa: prós e contras

Neste ano de 2021 começámos, muitos de nós, a permanecer mais tempo em casa devido a esta pandemia. Há duas cores que foram escolhidas pela PANTONE para serem as protagonistas deste ano, no entanto, eu tenho outra sugestão para quem quiser redecorar a sua casa: utilizem cores neutras.

Pinterest Google+
PUB

Estando mais em casa será natural que alguns de nós nos cansemos das cores que temos em casa e queiramos outras que transmitam novas sensações e a ideia de que mudámos, mas sem mudar realmente. A mudança – e que faz a diferença – será na paleta de cores.

 

Veremos alguns pontos que dizem que é mais aconselhável recorrer a estes tons mais neutros e, pelo contrário, algumas considerações menos recomendáveis acerca destas tonalidades.

 

Antes de mais devemos clarificar quais são as cores neutras. As consideradas realmente neutras são o preto, o branco e o cinza. Mas também as tonalidades de bege e castanho são consideradas como sendo neutras. Existem alguns pontos a favor destas cores neutras com a cor branca em destaque.

 

A cor branca confere aos espaços uma maior luminosidade e é bastante aplicada em espaços pequenos pois transmite a perceção de um espaço com uma maior amplitude. Não havendo cores vivas, o espaço irá transmitir uma atmosfera calma, elegante, sofisticada e relaxante. Por outro lado, se não se conferir alguma dinâmica através de outros elementos de um projeto de decoração, os espaços podem caracterizar-se mais por serem monótonos e sem personalidade.

 

Requer muitas vezes a presença de um designer de interiores para criar dinâmicas através da luz, de formas introduzidas por texturas e padrões e geometria, por exemplo, no teto ou nas paredes através de quadros com materiais como o metal, dourado ou cromado.

 

Com as cores neutras como base é possível fazer-se escolhas mais arrojadas nos acessórios. E é mais fácil mudar uma almofada ou um cortinado do que pintar novamente as paredes ou comprar novos móveis. Sendo assim, o aconselhável para quem quer ter uma decoração mais duradoura passa por escolher uma base de paleta de cores neutras, nomeadamente o branco e o cinza para paredes e tetos e o castanho da madeira mais clara para os móveis.

 

Optando pelos tons neutros, tem também outra vantagem que passa por poder mudar de estilo decorativo, pois o minimalista, o eco-natural e o industrial vão buscar muito estes tons. Assim tem mais potencial para fazer alterações sem ter que fazer obras profundas e que seriam ainda mais dispendiosas.

 

É interessante também ver isto, mas pelo olhar da psicologia das cores. Vejamos o que podemos transmitir com cada uma das 5 cores neutras:

  • Branco: remete para a serenidade e paz;
  • Cinza: transmite sofisticação e conservadorismo;
  • Preto: dona de autoridade e imponente;
  • Bege: ambiente quente e relaxante;
  • Castanho: representa honestidade e conforto.

 

Tem mais prós do que contras a utilização de cores neutras. Eu até diria que o único contra será, se não conseguir um bom resultado final, ter que chamar um designer de interiores para lhe dar o toque que falta!

 

Divirta-se e veja a galeria de imagens acima com exemplos de ambientes com paletas de cores neutras!

Artigo anterior

Amnistia Internacional denuncia separação radical entre pais e filhos uigures na China

Próximo artigo

Podcast 'Nós e o Mundo'