Home»FOTOS»Estas são as alergias alimentares mais comuns

Estas são as alergias alimentares mais comuns

Existem inúmeros tipos de alergias e, no que toca à alimentação, estas podem ser causadas por qualquer alimento. No entanto, a maioria das alergias alimentares são causadas por apenas oito ingredientes. Saiba quais na Semana Mundial da Alergia que hoje arranca.

Pinterest Google+

As alergias alimentares são comuns, estimando-se que, pelo menos, cinco em cada 100 crianças sofram de alergia alimentar, e que nos adultos a prevalência seja mais baixa, entre 3 a 4%, segundo a Direção Geral de Saúde (DGS). É possível ser alérgico a qualquer alimento, mas a maioria das alergias são provocadas por oito alimentos em específico (verifique a galeria acima).

 

«A alergia alimentar é uma reação de saúde adversa que ocorre quando o sistema imunológico reconhece erradamente um alimento como uma entidade agressora ao organismo. A fração desse alimento que é responsável pela reação alérgica denomina-se alergénio», define a DGS. No fundo, uma alergia alimentar é uma condição em que no caso de consumo de determinados alimentos desencadeia uma resposta imune anormal.

 

VEJA TAMBÉM: COMER PEIXE CRU PODE SER ARRISCADO, ALERTA NUTRICIONISTA

 

Essa resposta, causada pelo sistema imunológico, «lança uma série de medidas de proteção, incluindo a libertação de produtos químicos como a histamina, que provoca inflamação», explica a nutricionista Helen West num artigo publicado no site ‘Authority Nutrition’. Para as pessoas que têm uma alergia alimentar, mesmo a exposição a quantidades muito pequenas do alimento problema pode causar uma reação alérgica.

 

Os sintomas podem ocorrer de imediato ou após alguns minutos do consumo de determinado alimento ao qual se é alérgico e a duração dos sintomas difere. Pode experimentar inchaço da língua, boca ou face, dificuldade em respirar, pressão sanguínea baixa, vómito, diarreia, urticária ou outra erupção cutânea. Em casos mais graves, uma alergia alimentar pode causar anafilaxia.

 

As alergias alimentares são muitas vezes confundidas com intolerâncias alimentares. Mas saiba que estas nunca envolvem o sistema imunológica e, embora possam afetar gravemente a sua qualidade de vida, não são fatais. Consulte sempre o médico em caso de dúvida.

Artigo anterior

Para comer melhor: o manual da DGS sobre alimentos ricos em proteína

Próximo artigo

A forma correta de guardar as sobras das refeições