Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»As sete fases de um detox pela visão da nutrigenética

As sete fases de um detox pela visão da nutrigenética

Na maioria dos processos, a mudança ocorre após os primeiros vinte e um dias, tempo em que o biorritmo do corpo começa a reorganizar-se para dar início à saúde com vitalidade.

Pinterest Google+

A nutri genética enquadra os cinco princípios básicos da saúde integral:

  1. A individualidade bioquímica, porque a interação da nossa genética única, da nossa alimentação e dos elementos ambientais, modulam os nossos genes.
  2. O tratamento centrado no paciente, onde o indivíduo é abordado como um todo, um conjunto de sistemas que se inter-relacionam e que são sujeitos aos fatores ambientais, emocionais, atividade física e hábitos de vida.
  3. O equilíbrio nutricional e a biodisponibilidade de nutrientes, porque as quantidades de nutrientes adequadas ao bom funcionamento do corpo geram uma boa absorção e aproveitamento pelas células.
  4. A relação e interligação em teia, dos fatores fisiológicos, onde todas as funções do corpo estão interligadas. Se houver disfunções dos sistemas, ocorre a doença.
  5. A saúde com vitalidade positiva, porque saúde não é apenas a ausência de doença, mas sim o resultado de diversas relações entre os sistemas orgânicos (sintomas físicos, mentais, emocionais), que podem estar na base do desequilíbrio que gera a doença.

 

Veja também: Intestino – o cérebro que comanda a saúde do corpo

Após a primeira consulta, é feita uma avaliação rigorosa em que os pacientes tomam consciência de que a recuperação do corpo, ao eliminar um processo de doença, causa a chamada “crise da cura”, isto é, agrava os sintomas.

 

Este é o sinal de que o corpo está a reagir e a aumentar a capacidade para lidar com as toxinas, infeções e produtos residuais que estão alojados no organismo, sobretudo no intestino, pâncreas, baço e fígado.

 

Na maioria dos processos, a mudança ocorre após os primeiros vinte e um dias, tempo em que o biorritmo do corpo começa a reorganizar-se para dar início à saúde com vitalidade.

 

O corpo é levado a desencadear uma mudança de hábitos de vida, que vão desde a alimentação, horários de sono, atividade física, terapias de apoio complementares (o uso da argila, drenagem linfática, acupuntura, osteopatia, massagem de relaxamento) atitude emocional e convivência social.

Artigo anterior

E... estamos no Natal

Próximo artigo

Lady Gaga luta pelos direitos LGBT