Home»VIDA»CARREIRA»As 20 perguntas que deve fazer antes de procurar um novo emprego

As 20 perguntas que deve fazer antes de procurar um novo emprego

Raramente pensamos no que nos deveríamos perguntar antes de iniciarmos a procura ativa de emprego. Mas termos noção do que queremos, do que temos para oferecer e do que esperamos é a base para permitir a seleção de um trabalho adequado ao nosso perfil e que não defraude nem as nossas, nem as expectativas do empregador.

Pinterest Google+
PUB
  1. Que requisitos não são negociáveis para mim?

Vamos começar precisamente aqui. Pense no assunto e anote as coisas que são muito importantes para si. Trata-se de elucidar quais são os pontos que não deseja negociar. Talvez seja a flexibilidade de tempo, as práticas morais da empresa, o ambiente de trabalho …. Anote o que é realmente essencial e não tenha medo de dizer não a uma posição que não cumpra a lista com as questões que considera mais importantes.

 

  1. Quais são as minhas habilidades?

O que é realmente importante neste caso é que visualize exemplos específicos da sua carreira. Aqueles em que demonstrou as suas habilidades. Concentre-se em alguma ação que ofereceu valor acrescentado à empresa, que melhore as soluções de algum cliente, que marcou a sua diferença com o resto dos candidatos a um emprego …

 

  1. Como quero que seja o meu futuro?

Antes de procurar um emprego, é vital que você saiba claramente como deseja que o seu trabalho futuro seja. Está à procura de uma oportunidade para uma carreira profissional? Quer ter oportunidade de uma educação continuada? Ter respostas claras para essas perguntas ajudará a escolher melhor o tipo de trabalho de que precisa.

 

VEJA TAMBÉM: CARREIRA: CONHEÇA O PODER DA LINGUAGEM CORPORAL

 

  1. Que habilidades e experiência desejo adquirir?

Concentre-se nas habilidades que deseja adquirir ou melhorar. Pense em que tipo de experiências espera poder viver no futuro. Um exemplo que serve para ilustrar esse ponto da lista pode ser a questão da mobilidade geográfica. Digamos, por exemplo, que é uma pessoa inquieta que adora viajar e conhecer o mundo. Seria algo a considerar antes de procurar trabalho. A melhor coisa, seria por isso uma posição que o obrigasse a viagens frequentes.

 

  1. Quero ter oportunidades de promoção?

Para muitas pessoas, é essencial que a empresa em que trabalham facilite a sua promoção interna. Escalar posições e ter a possibilidade de ascender gradualmente é o mais atraente para algumas pessoas. Pense se isso é importante e, se sim, aja em consonância.

 

  1. Até onde posso ser flexível?

Seja claro sobre o que pode desistir, ou executar, para conseguir um bom emprego. Mesmo quando não abarca as suas competências, poderá existir uma atividade dentro das suas capacidades em que talvez o beneficiem no momento da manutenção de um contrato.

 

  1. Qual o meu nível de autonomia?

É um profissional que não se importa de se sentir supervisionado pelo seu chefe? Gosta de trabalhar em equipa? Pelo contrário, prefere ir sozinho e desfrutar de uma maior autonomia quando se trata de realizar as suas tarefas? Pense bem antes de procurar trabalho e concentre-se em empresas cujas práticas correspondam à sua atitude.

 

VEJA TAMBÉM: SETE PASSOS ATÉ À PROMOÇÃO (SEGUNDO UMA GESTORA DE CARREIRAS)

 

  1. Qual o meu nível de compromisso?

Questões como a reconciliação entre o trabalho e a vida pessoal, os longos trajetos de ida e volta para o trabalho ou horários muito apertados podem ser frustrantes. Atreva-se a analisar o seu nível de compromisso e, se a sua qualidade de vida predominar, procure um emprego que responda às suas expectativas.

 

  1. Que benefícios são mais importantes?

Se o salário não é tudo, pode ter considerado outro tipo de compensação. Atualmente, é comum as empresas oferecerem serviços e benefícios altamente motivadores, para garantirem a retenção dos seus colaboradores. Algumas iniciativas de negócios podem ser muito interessantes, desde o uso do carro da empresa, até pacotes que incluem ginásios, cartões refeições, fornecimento de dispositivos móveis e cuidados com eles e do seu fraturamento mensal, seguro médico privado, creche e, em alguns casos, até mesmo poder ir trabalhar com o seu cão.

 

  1. Sei quanto quero ganhar?

Primeiro de tudo, não perca a noção de realidade em termos da perspetiva salarial. Esta é uma das questões essenciais que deve considerar muito antes de procurar um emprego.

Faça cálculos sobre quanto gasta mensalmente e quanto precisa para viver desafogado. Em qualquer caso, avalie suas qualidades como profissional e descubra a sua avaliação no mercado de trabalho.

 

Continua na próxima página…

Artigo anterior

Casas até 3,5 milhões de euros: conheça os bairros mais caros do Porto

Próximo artigo

Dieta em casa: pecar sem culpa