Home»FOTOS»Artes de rua à solta em Óbidos em setembro

Artes de rua à solta em Óbidos em setembro

A terceira edição do Óbidos Buskers Festival volta a reunir diversos artistas de rua nesta vila medieval. Teatro de rua, magia e música são algumas das atividades programadas. A entrada é livre.

Pinterest Google+

A terceira edição do Óbidos Buskers Festival está marcada para os dias 8 e 9 de setembro de 2018. Durante dois dias, alguns dos lugares do centro histórico da vila serão invadidos por uma mostra de arte variada e interdisciplinar: teatro de rua, magia, música e outras formas de arte possíveis de serem realizadas ao ar livre.

 

Nestes dois dias, várias companhias e grupos portugueses e internacionais irão fazer as suas apresentações em espetáculos gratuitos. Veja algumas imagens de edições anteriores na galeria acima.

 

O festival conta com dois elementos principais, que descrevem bem o conceito do evento, o busker e o público. O primeiro é o artista, aquele que se expressa através de acrobacias, música, clowning, comédia, malabarismo, dança, magia, entre muitas outras formas de manifesto artístico.

 

VEJA TAMBÉM: COISAS DIVERTIDAS PARA FAZER SEM GASTAR DINHEIRO

 

Ao segundo, o público, é sugerido que forme um círculo de forma a poder sentir toda a energia transmitida pelo busker, nomeadamente no teatro ao ar livre. Nos lugares mais inesperados, os artistas vão receber o público, dando a conhecer outras praças e recantos da vila desconhecidos por muitos visitantes.

 

O público irá deslocar-se de um espetáculo para o outro, encontrando ao longo do percurso inúmeras surpresas. O objetivo é também que o público seja participativo, uma vez que se trata de um espetáculo de rua. Neste sentido, o público será também jurado uma vez que no final do espetáculo poderá abordar o artista e dar o seu feedback e mesmo doar um valor que considere adequado à performance que assistiu.

 

A primeira edição do festival ocorreu em 2016 e a segunda em setembro 2017. Entre 2016 e 2017 contou com 25 companhias internacionais e mais de 30 artistas de todo o mundo, que apresentaram tendências e tradições de todo o planeta, através da música, teatro de rua e circo contemporâneo.

 

VEJA TAMBÉM: FEIRA ALTERNATIVA PROMOVE NOVOS HÁBITOS DE VIDA SAUDÁVEL

 

Os espetáculos gratuitos, destinado a um publico diversificado e familiar, ocorrem ao ar livre, ocupando alguns lugares célebres da vila, como a Praça Santa Maria, o Miradouro do Castelo e o Miradouro do Jogo da Bola

 

Segundo a organização, o busking é praticado em todo o mundo por homens, mulheres e crianças desde a antiguidade, mas esta atividade não deve, em caso algum, ser confundida com begging (pedir esmola). O artista está a apresentar o seu trabalho e, como em todas as áreas, exige respeito e consideração.

 

Apesar de o busker não estipular valores, é suposto ser recompensado pelo seu esforço, trabalho e dedicação. Quanto mais se divertir e gostar, tanto mais quererá oferecer para poder suportar o desenvolvimento do artista e a qualidade da sua futura atuação. Será importante dobrar bem as notas para caírem mais facilmente no chapéu de cada busker. Saiba mais em https://www.facebook.com/obidosbuskersfestival/

 

Artigo anterior

O que procurar num parceiro que não esteja relacionado com sexo ou aparência

Próximo artigo

Má digestão: causas e como tratar