Home»FOTOS»Aproveite o verão para beijar (saiba porquê)

Aproveite o verão para beijar (saiba porquê)

Estamos no verão e com o calor tendemos a beijar mais, a sermos levados pelo clima. Sabia que um beijo, independentemente do tipo que seja, tem muito poder? Este para além de servir como uma forma de se apresentar à outra pessoa, é um medidor da sua relação e também pode ajudar à sua saúde.

Pinterest Google+

Porque beijamos? Bem, existe uma enormidade de razões para beijamos alguém. Estes beijos podem ser dados por amor, para desejar boa sorte, para cumprimentar ou para nos despedirmos de alguém. Independentemente do tipo de beijo que dê, no final vai sempre sentir-se bem e estreitar os mais diferentes laços.

 

Culturalmente damos bastante importância ao beijo, mas porquê? Sobre as origens do beijo há muito a dizer. Alguns cientistas acreditam que este é um comportamento socialmente adquirido, já que existem 10% dos humanos que não beijam em qualquer situação e uma percentagem um pouco menor fá-lo com intenções românticas ou sexuais.

 

VEJA TAMBÉM: O BEIJO À VOLTA DO MUNDO

 

Mas se há especialistas que consideram que o beijo é um comportamento aprendido em sociedade, outros defendem que este está inerente à nossa biologia. Falando em biologia, o ato de beijar causa uma reação química no nosso cérebro que ajuda à produção da hormona oxitocina, também conhecida como a ‘hormona do amor’.

 

Esta hormona é a responsável pelos sentimentos de afeto e atenção. Segundo um estudo de 2013, esta hormona ajuda a que os homens pratiquem a monogamia. No caso das mulheres, durante o nascimento e período de amamentação, a oxitocina ajuda a estreitar a relação entre a mãe e a criança.

 

VEJA TAMBÉM: CIENTISTAS IDENTIFICAM OS LÁBIOS FEMININOS MAIS SEXY

 

Quando falamos em romantismo, não podemos esquecer do beijo. Este tem diferentes importâncias para os homens e para as mulheres. Se os homens olham o beijo como um passo para o sexo, as mulheres encaram o beijo como se fosse um medidor para uma possível longa relação com o parceiro. Um primeiro beijo ‘mágico’ pode ditar o futuro de uma relação, já que este é um momento bastante íntimo.

 

Existem diferentes tipos de beijos consoante o estado em que se encontra a relação. Para além de ajudar a ‘apimentar’ uma relação, o beijo também tem efeitos sobre o cérebro, já que ajuda à criação de dopamina. Esta ‘hormona da alegria’ faz com que se sinta feliz e eufórico. Só que a dopamina também pode ser viciante, já que o seu corpo vai querer sempre mais.

Artigo anterior

Cuide do seu fiel amigo: Os benefícios de ter um cão

Próximo artigo

Os problemas de saúde que o calor traz e as recomendações para os evitar