Home»BEM-ESTAR»COMPORTAMENTO»Aprenda a aumentar a autoestima

Aprenda a aumentar a autoestima

Somos todos a favor de uma autoestima elevada, mas obtê-la e mantê-la pode ser surpreendentemente difícil. O psicólogo Guy Winch revela algumas dicas inteligentes para poder ajudá-la a construir e/ou a subir a autoestima.

Pinterest Google+
PUB

Seja positiva nos seus pensamentos e nas suas palavras. As pessoas com baixa autoestima pensam sempre o pior de si mesmas e as suas declarações contrariam as suas crenças. As afirmações positivas ajudam a interiorizar o bom que há em si e dão motivação para atingir metas.

 

A autoestima é construída através da demonstração das capacidades e da realização em áreas da vida que são importantes para nós. Identifique as suas competências e desenvolva-as. Se tem orgulho nos seus dotes culinários, faça mais jantares, por exemplo.

 

VEJA TAMBÉM: SER FELIZ, SAUDÁVEL E REALIZADO

 

Um dos aspetos mais difíceis de melhorar a autoestima é quando nos sentimos mal connosco e somos mais resistentes a elogios, ainda que seja o momento em que mais precisamos deles. Aprenda a aceitar os elogios. Receba-os com respostas como ‘obrigada’ ou ‘é muito simpático da tua parte’. Com o tempo, o impulso de rejeitar elogios dissipa-se.

 

Quando a autoestima é baixa, é provável que piore por ser tão autocrítica. Resista a este tipo de atitude. Pergunte a si mesma o que diria a um amigo se este estivesse na mesma situação, pois temos sempre a tendência de sermos mais compassivos com os amigos do que connosco.

 

Faça uma lista de qualidades que têm e são significativas em determinado contexto. Por exemplo, se tiver sido rejeitada no campo amoroso, faça uma lista de qualidades que a tornam uma boa parceira (leal ou emocionalmente disponível). Use essa lista para escrever um breve texto sobre o porquê de, no futuro, as pessoas que a rodeiam valorizarem essas qualidades. Faça este exercício sempre que precisar de um impulso na autoestima.

 

Artigo anterior

Prepare o seu filho para não se perder

Próximo artigo

Demasiada proteína? Conheça os erros das dietas hiperproteicas