Home»VIDA»CASA & FAMÍLIA»Apple e Facebook vão pagar a criopreservação de óvulos das suas empregadas

Apple e Facebook vão pagar a criopreservação de óvulos das suas empregadas

A medida faz parte de uma nova linha estratégica destas empresas para ajudarem mulheres que querem apostar na carreira, mas não querem perder a oportunidade de virem a ser mães.

Pinterest Google+
PUB

As gigantes Apple Inc. e Facebook Inc. vão ajudar as suas empregadas a pagar a criopreservação dos seus óvulos, para poderem entretanto dedicar-se às respetivas carreiras sem porem em causa a possibilidade de virem a ser mães.

A notícia, divulgada pela agência Reuters, sinaliza a vontade destas companhias em investirem e reterem talento feminino.

A partir de janeiro de 2015, a Apple vai pagar às suas funcionárias que assim o desejarem, até 20 mil dólares (cerca de 15 mil euros), para suportar os custos do procedimento e armazenamento dos óvulos. «Nós estamos a expandir os benefícios que damos às mulheres, agora a um outro nível com a ajuda na criopreservação de óvulos e também na ajuda a tratamentos de infertilidade», disse a Apple em comunicado. «Nós queremos dar a possibilidade às mulheres que trabalham na Apple de fazerem o melhor trabalho das suas vidas, ao mesmo tempo que cuidam dos seus interesses pessoais e familiares».

A NBC News divulgou ontem que o Facebook já começou a cobrir a criopreservação de óvulos, sendo uma das primeiras grandes companhias na área das tecnologias a avançar neste sentido. À cadeia americana, o porta-voz da empresa de Mark Zuckerberg confirmou que este tipo de apoio arrancou na companhia a pedido de alguns funcionários.

A notícia está a gerar debate nas redes sociais. Uns defendem que a medida dá mais poder de decisão e controlo às mulheres sobre as suas vidas, outros comentadores dizem que as companhias deviam era focar-se em criar condições mais equilibradas e flexíveis para a gestão familiar e laboral dos seus empregados.

Artigo do parceiro:

Mood

Artigo anterior

Os segredos do estilo francês

Próximo artigo

Yoko Ono acusada de plagiar coleção