Home»LAZER»DICAS & VIAGENS»Negócios no feminino: anfitriãs da Airbnb em Portugal ganharam mais de 122 milhões de euros

Negócios no feminino: anfitriãs da Airbnb em Portugal ganharam mais de 122 milhões de euros

A plataforma de viagens mostra alguns números que indicam que este é um negócio liderado por mulheres. De todos os anfitriões em Portugal com alojamento anunciado na Airbnb, 58% são mulheres.

Pinterest Google+
PUB

As anfitriãs em Portugal com alojamentos anunciados na Airbnb receberam coletivamente um pouco mais de 122 milhões de euros, em 2017, enquanto uma anfitriã típica ganhou cerca de 3.700 euros partilhando a sua casa ou os seus conhecimentos, revela a plataforma que se dedica a partilhar informação sobre aluguer de casas particulares.

 

São cada vez mais as mulheres de todo o mundo que partilham o seu alojamento e os seus conhecimentos através da Airbnb para obter um pequeno rendimento extra. Globalmente, o género feminino é maioritário na plataforma: 55% dos anfitriões dos alojamentos são mulheres, com metade a representar todas as experiências disponibilizadas. Esta percentagem é de 50% no caso das Experiências Airbnb.

 

VEJA TAMBÉM: PÁSCOA: FÉRIAS A PEDALAR NA EUROPA

 

Na última década, as mulheres anfitriãs que usam a plataforma receberam mais 16 mil milhões de euros. «Tal como confirmam os dados que agora revelamos, as mulheres são as grandes promotoras da comunidade Airbnb e estamos orgulhosos por ser a plataforma de viagens onde elas podem desenvolver seu espírito empreendedor e promover as suas capacidades no setor da tecnologia, através de diferentes projetos à volta do mundo», afirma Arnaldo Muñoz, diretor geral da Airbnb Marketing Services em Espanha e Portugal.

 

De acordo com os números da plataforma, o rendimento das anfitriãs que usam a Airbnb aumentou exponencialmente em 2017: apenas nos últimos doze meses, as mulheres anfitriãs com alojamentos disponibilizados através da plataforma ganharam cerca de 8.100 milhões de euros, um valor equivalente ao lucro registrado nos nove anos anteriores.

 

VEJA TAMBÉM: ALGARVE: CAMINHADAS, CICLOTURISMO E GASTRONOMIA SÃO A NOVA APOSTA DA REGIÃO

 

Curiosamente os Estados Unidos são o país do mundo com mais mulheres anfitriãs, seguidos pela França, Itália, Grã-Bretanha e Espanha. Portugal surge na 11ª posição dos países europeus com mais mulheres anfitriãs na plataforma Airbnb.

Artigo anterior

Paris quer ter uma floresta urbana cinco vezes maior do que o Central Park

Próximo artigo

A nova carta do Comendador Silva dava uma novela