Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Alzheimer Portugal reforça urgência na criação do Estatuto do Cuidador Informal

Alzheimer Portugal reforça urgência na criação do Estatuto do Cuidador Informal

Portugal é um dos países europeus com mais cuidadores informais sem formação e um dos países com maior taxa de cuidados domiciliários informais da Europa. A 5 de novembro assinala-se o Dia do Cuidador.

Pinterest Google+
PUB

A Alzheimer Portugal apoia e reforça o apelo do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, para a urgência da criação do estatuto de cuidador informal que visa a garantia da defesa da dignidade humana, permitindo que os cuidadores informais passem a ser reconhecidos a nível de apoios sociais, medidas de articulação entre o trabalho e a prestação de cuidados, soluções de alívio, entre outros.

 

«Infelizmente, estamos há muito à espera da criação deste estatuto. Os cuidadores informais têm uma grande importância na vida das pessoas com demência, assegurando cuidados por vezes a tempo inteiro, vendo a sua vida completamente alterada», explica José Carreira, presidente da Alzheimer Portugal.

 

VEJA TAMBÉM: CUIDADORES DE DOENTES COM ALZHEIMER ADOECEM MAIS FACILMENTE

 

E acrescenta: «A nossa Associação agradece a dedicação e a persistência do Presidente da República na criação do estatuto do cuidador informal acreditando que a mesma se traduza numa efetiva mudança legislativa e na vida das pessoas».

 

Segundo a Entidade Reguladora da Saúde, Portugal é um dos países europeus com mais cuidadores informais sem formação e um dos países com maior taxa de cuidados domiciliários informais da Europa.

 

VEJA TAMBÉM: PSICÓLOGA ALERTA: OS PRIMEIROS SINAIS DE DEPRESSÃO

 

A Organização Mundial de Saúde estima que em todo o mundo existam 47.5 milhões de pessoas com demência, número que pode atingir os 75.6 milhões em 2030 e quase triplicar em 2050 para os 135.5 milhões. A doença de Alzheimer assume, neste âmbito, um lugar de destaque, representando cerca de 60 a 70% de todos os casos de demência.

 

Nos próximos dias 8 e 9 de novembro, realiza-se no Centro Ismaili, junto à Loja do Cidadão, nas Laranjeiras (Lisboa), a segunda edição da Feira do Cuidador. Esta iniciativa tem como objetivo reconhecer, dignificar e apoiar o papel do cuidador. Neste evento, pretende-se partilhar informação útil sobre conhecimentos técnicos, práticos e emocionais. A entrada é gratuita.

 

 

Artigo anterior

Quantos cafés já bebeu hoje? Nutricionistas explicam o seu efeito no organismo

Próximo artigo

Ylang-Ylang: o afrodisíaco que acalma