Home»GLAMOUR»LUXOS»Alugar quartos de hotel de luxo ao minuto é a nova tendência nos EUA

Alugar quartos de hotel de luxo ao minuto é a nova tendência nos EUA

A nova solução é destinada a viajantes que precisam de apenas uma ou duas horas para descansar ou trabalhar com todas as comodidades, ao preço justo pelo tempo ocupado e com ganhos para o hotel que rentabiliza os quartos.

Pinterest Google+
PUB

Para já, só está ainda disponível em Nova Iorque e em San Francisco, mas o aluguer de quartos de luxo ao minuto está a ser vista como a nova tendência no mundo da hotelaria, que procura cada vez mais satisfazer as necessidades dos clientes e aumentar os lucros.

 

A solução foi lançada por uma aplicação para smartphone – a Recharge – que tem já hotéis de luxo parceiros nestas duas grandes cidades dos Estados Unidos e que está em amplo crescimento para o resto do território.

 

Veja também: As casas (originais) que os arquitetos constroem para si

 

Segundo explica a equipa no site da aplicação, a solução surge como uma forma de rentabilizar os quartos que ficam cerca de 12 horas vazios até à entrada de novos hóspedes, levando assim ao aumento dos lucros do hotel ao mesmo temo que se satisfazem clientes que procuram serviços de luxo por apenas uma ou duas horas, mas sem terem de pagar um dia completo.

 

E como funciona? A equipa descreve que é da mesma forma que se reserva um táxi da Uber. Ou seja, o utilizador faz a reserva e é cobrado através da aplicação, começando a contar o tempo a partir do momento em que dá entrada no hotel que faz parte da rede de parceiros. O check-out também é feito através da aplicação, recebendo vários elementos do hotel – receção, limpeza – uma notificação a dizer que o hóspede já saiu.

 

Veja também: Conheça Gianluca Vachhi, o homem do luxo e das danças num iate

 

Segundo os dados da aplicação, um hotel pode estar 100% cheio e ainda assim ter 35% de capacidade de gerar mais lucros. «Há uma parte significativa do dia em que os quartos estão vazios. A maioria dos viajantes a negócios saem no início da manhã e muitos deles não chegam antes da noite, de modo que o tempo entre eles é realmente onde a Recharge se tornou uma coisa interessante a considerar», comenta David Lewin, responsável de vendas da cadeia Hyatt Hotels Corperation.

Artigo anterior

Não fui mãe porque...

Próximo artigo

Mães, deixem os telemóveis de lado enquanto tomam conta dos vossos bebés!