Home»FOTOS»Alimentos fermentados aliados da saúde (sobretudo do intestino)

Alimentos fermentados aliados da saúde (sobretudo do intestino)

A fermentação não é apenas boa para preservar os alimentos mais tempo, também aumenta o seu valor nutricional e favorece a saúde intestinal, devido às bactérias boas incrementadas. Do pão aos pickles, conheça 13 alimentos fermentados com benefícios comprovados.

Pinterest Google+

O iogurte é feito através da adição de boas bactérias em leite aquecido. Este engrossa a partir do ácido láctico que é produzido pelas bactérias. Quanto maior o teor de gordura do leito, mais espessa é a sua consistência. Fique longe dos iogurtes com adições de açúcar ou xaropes.

 

O kefir é um probiótico produzido através da fermentação do leite, mas contém diferentes tipos de bactérias benéficas que podem ser surpreendentemente mais nutritivas. Pode tornar a digestão mais fácil e fornece níveis elevados de probióticos, proteína, vitamina B12 e outros minerais essenciais.

 

Também é possível obter fermentação de iogurtes não-lácteos (vegan) como, por exemplo, de coco. Só precisa de adicionar amido e probiótico para obter uma textura cremosa.

 

VEJA TAMBÉM: ALIMENTOS RICOS EM FIBRAS PARA UMA BOA SAÚDE DIGESTIVA

 

O miso é um ingrediente bem conhecido de quem frequenta restaurantes de sushi. É uma pasta japonesa tradicional que é feita de soja fermentada com sal e koji. Não é só uma proteína completa (contém todos os aminoácidos essenciais), mas também estimula o sistema digestivo, fortalece o sistema imunológico e reduz o risco de vários tipos de cancro.

 

O tempeh é uma alternativa à proteína de origem animal, pois é feita à base de plantas. Tempeh é um produto de soja fermentado. Pense neste produto como uma tela em branco, pois o seu sabor depende do tempero que lhe dá.

 

O pão de fermento pode ser encontrado em praticamente todos os supermercados. O amido e os grãos do pão são pré digeridos a partir de bactérias e leveduras, o que torna mais fácil a sua digestão e é uma opção muito mais saudável ao típico pão branco processado. Tenha em atenção que esta não é uma opção sem glúten.

 

VEJA TAMBÉM: SABIA QUE AS BACTÉRIAS DO INTESTINO PODEM INFLUENCIAR O SEU PESO?

 

O chucrute apresenta um alto teor de fibras, é pouco calórico e é nutritivo. Deve ser feito apenas com repolho picado e sal marinho. Antes de comprar no supermercado, verifique o rótulo. Por vezes, o produto contém adição de açúcar e conservantes.

 

Nem todos os vegetais (pickles) em conserva são fermentados, tenha em atenção esta questão. Pode fazer os seus próprios pickles em casa com pepino, couve-flor, cenouras, etc. Os métodos variam de acordo com o gosto, necessidades dietéticas especiais e do vegetal a ser fermentado.

 

O natto é feito por ebulição e fermentação com bactérias de soja. Uma vez que é feita a partir de feijões de soja, tem imensa proteína, fibras, vitaminas k2 e B2, cálcio e ferro.

 

VEJA TAMBÉM: CLÁUDIA CUNHA: «PARA UM INTESTINO FUNCIONAR CORRETAMENTE SÃO PRECISOS TRÊS FATORES: ALIMENTAÇÃO, ÁGUA E EXERCÍCIO FÍSICO»

 

Se ainda não ouviu falar de kvass, falta muito pouco. Esta bebida fermentada está lentamente a ficar na moda como a kombucha. De origem russa, esta bebida é feita com beterrabas fermentadas e é uma grande fonte de fibra dietética.

 

As bebidas alcoólicas como a cerveja têm realmente alguns benefícios de fermentação, quando bebidas com moderação. As vitaminas dos grãos de cerveja (cevada, trigo, arroz e milho) sobrevivem ao processo de fermentação e de filtração e podem induzir bom colesterol e diminuir a formação de coágulos de sangue.

 

Desde salsa a mostarda, todos os condimentos clássicos que normalmente compra no supermercado podem ser fermentados. Use soro (a parte aquosa do iogurte) ou sumo de chucutre caseiro como motor de arranque para a fermentação e combine com os ingredientes habituais. Desta forma, evita os açúcares e aditivos artificiais.

 

A kombucha é uma bebida fermentada feita com chá e uma cultura de bactérias e leveduras. Esta bebida efervescente tem um sabor semi-azedo, melhora a função digestiva e remove as toxinas do corpo.

Artigo anterior

Agora já pode receber produtos IKEA em casa ou em pontos de recolha

Próximo artigo

Como fazer o seu filho aceitar novos sabores