Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Algoritmos informáticos detetaram propagação de cancro da mama melhor que patologistas

Algoritmos informáticos detetaram propagação de cancro da mama melhor que patologistas

Num estudo comparativo entre um sistema de inteligência artificial e um grupo de 11 patologistas, a máquina saiu vencedora, segundo um estudo publicado hoje no Jornal da Associação Médica Americana.

Pinterest Google+
PUB

Um novo estudo publicado hoje no Jornal da Associação Médica Americana (JAMA) apresenta os resultados de um estudo em que a inteligência artificial se mostra bastante eficaz no combate ao cancro da mama.

 

O estudo em causa utilizou algoritmos computacionais que detetaram a propagação de cancro aos gânglios linfáticos de mulheres com cancro de mama mais eficazmente do que os patologistas, revela o comunicado divulgado.

 

VEJA TAMBÉM: GESTÃO EMOCIONAL DO CANCRO DA MAMA: COMO LIDAR COM O DIAGNÓSTICO E A DOENÇA

 

A pesquisa foi levada a cabo por investigadores do Centro Médico da Universidade de Radboud, na Holanda, que usaram a inteligência artificial para mimetizar a análise de imagens de tecidos por patologistas.  O desempenho do algoritmo foi comparado com a participação de 11 patologistas num exercício de simulação para detetar nódulos sentinela nos gânglios linfáticos – o local mais próximo para onde a doença se espalharia.

 

«A imagem digital de lâminas de tecido tornou-se possível nos últimos anos devido aos avanços na tecnologia de análise de slides. A inteligência artificial, onde os computadores aprendem a fazer tarefas que normalmente exigem inteligência humana, tem potencial para fazer diagnósticos. O uso de algoritmos computacionais para analisar imagens de slides pode potencialmente melhorar a precisão e eficiência dos patologistas», refere o comunicado do estudo.

 

VEJA TAMBÉM: MITOS DESMISTIFICADOS SOBRE O CANCRO

 

O estudo indica, no entanto, que a avaliação num cenário clínico é necessária para determinar o benefício de usar inteligência artificial para detetar cancro da mama. Veja abaixo a imagem divulgada dos vários slides de tecido.

 

lgoritmos informáticos detetaram propagação de cancro da mama melhor que patologistas

 

 

 

Artigo anterior

Bexiga hiperativa afeta 1.7 milhões de portugueses acima dos 40 anos

Próximo artigo

Os super alimentos que tem de provar (e como o fazer)