Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Alemanha é líder em lançamento de produtos vegan

Alemanha é líder em lançamento de produtos vegan

Um em cada três alemães adultos verifica regularmente a lista de ingredientes e 35% evita alimentos e bebidas com aditivos artificiais e conservantes. O mercado está a mudar e a Alemanha lidera no segmento da alimentação saudável.

Pinterest Google+
PUB

A adesão a uma alimentação saudável está em amplo crescimento. E, no que toca ao segmento específico dos produtos vegan, a Alemanha lidera a tendência, tendo sido, em 2016, o país a nível global com maior inovação na área, segundo um novo estudo apresentado pela consultora Mintel.

 

Os lançamentos de novos produtos vegan cresceu 18% neste país, sendo logo seguido pelos Estados Unidos (17%) e depois pelo Reino Unido, com 11% de crescimento no setor. França (6%), Taiwan e Canadá (5%), África do Sul (4%) e Itália, Espanha e Áustria (3%) completam o top 10 de lançamento de novos produtos vegan.

 

Veja também: Cupcake red velvet vegan

 

A pesquisa da Mintel revela que os lançamentos vegan têm aumentado ao longo dos últimos anos na Alemanha, produtos alimentares e bebidas incluídas, recordando que , em 2012, era de apenas 1%. Os novos e expressivos valores contrastam com o facto de que, globalmente, os produtos alimentares e as bebidas assumidamente vegans representam apenas 4% das novas introduções de alimentos e bebidas globalmente em 2016.

 

As reivindicações vegetarianas também testemunharam crescimento nos últimos anos na Alemanha. Nos últimos cinco anos, a quota de alimentos e bebidas lançados com reivindicações vegetarianas passou de 3% em 2012 para 7% em 2016. Atualmente, a participação mundial em lançamentos de produtos alimentares e bebidas vegetarianas foi de cerca de 11% no ano passado, com pouca flutuação nos últimos cinco anos.

 

Veja também: Zlati Dencheva: «Adotei a alimentação crudivegana pela saúde, pelos animais e pelo planeta»

 

«O veganismo é agora visto como um estilo de vida moderno, e a Alemanha é o lar da inovação do lançamento de produtos vegan. Hoje, os produtos vegan atraem a atenção de um público muito mais amplo», afirma Katya Witham, analista sénior de Alimentos e Bebidas da Mintel.

 

Atualmente, 7% dos adultos alemães consideram-se vegetarianos e 5% afirmam ser vegans. As gerações mais jovens, em particular entre os 16 e os 24 anos, estão a abraçar cada vez mais este estilo de vida, pois 14% considera-se vegetariano e 10% vegan.

 

Veja também: Fontes de proteína para vegans e vegetarianos

 

No entanto, enquanto os níveis de lançamento de produtos vegan e vegetarianos continuam a aumentar na Alemanha, a pesquisa da Mintel mostra que o número de produtos de substituição de carne lançados na Alemanha caiu 17% entre 2015 e 2016.

 

«A imagem dos vegans sofreu uma mudança significativa nos últimos anos. O declínio nos lançamentos de produtos substitutos de carne pode ser um sinal de que a oferta atual não atende às expectativas dos consumidores. A tendência para a naturalidade desempenha um papel dominante nas escolhas alimentares dos consumidores alemães, que dão prioridade aos benefícios para a saúde de produtos não transformados, naturais e saudáveis. Os alemães também são muito desconfiados em relação ao conteúdo dos alimentos e bebidas que compram, optando por produtos naturais com pequenas listas de ingredientes», comenta Katya.

 

Artigo anterior

Mães tardias vivem mais tempo

Próximo artigo

Paula Rego em exposição no Centro Colombo a partir de junho