Home»FOTOS»Aldeias Históricas de Portugal em festa com garantia de sustentabilidade

Aldeias Históricas de Portugal em festa com garantia de sustentabilidade

Doze eventos no primeiro destino em rede a proporcionar um evento comum que respeita os requisitos internacionais de sustentabilidade. De Sortelha a Belmonte, decorre de setembro a novembro. Este ano com conceitos adaptados ao contexto atual.

Pinterest Google+

A cultura, a gastronomia, a tradição, os costumes, o património, as lendas e os mitos das Aldeias Históricas de Portugal voltam a ser o mote para mais uma edição do Ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa”. São 12 eventos, realizados em outras tantas aldeias, que proporcionam a visitantes e habitantes momentos verdadeiramente inesquecíveis. Este ano, devido ao cenário de pandemia, a participação será limitada e sujeita a inscrição prévia, mas as festas poderão ser sentidas e vividas em todo o mundo, via streaming. A primeira iniciativa arranca a 6 de setembro.

 

A pandemia por COVID-19 levou a Rede das Aldeias Históricas de Portugal a adaptar o conceito do Ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa”. Nesse sentido, a quarta edição do evento continuará a ter como objetivo divulgar o património cultural material e imaterial únicos daqueles lugares, mas em linha com as recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS) e do Governo português no que toca ao cumprimento das orientações higiénico-sanitárias para o combate à pandemia.

 

Assim, e de modo a garantir a segurança de todos os participantes, mas também das comunidades locais, as 12 festas que compõem o Ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa” vão ser limitadas ao público e sujeitas a inscrição prévia. Mas demonstrando uma forte capacidade de reinvenção face ao panorama atual, as Aldeias Históricas de Portugal vão oferecer, via streaming, experiências únicas de imersão e descoberta pelas 12 aldeias (Almeida, Belmonte, Castelo Mendo, Castelo Novo, Castelo Rodrigo, Idanha-a-Velha, Linhares da Beira, Marialva, Monsanto, Piódão, Sortelha e Trancoso), ampliando assim o alcance do território e da iniciativa.

 

VEJA TAMBÉM: JÁ CONHECE AS 12 ALDEIAS HISTÓRICAS DE PORTUGAL?

 

O Ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa” é um dos momentos altos do ano nas 12 aldeias, e um importante contributo para a sua dinamização económica. Este ano, a sua realização surge também como uma forma de apoiar a recuperação do tecido empresarial e cultural não só no território, como no resto do país – já que uma das apostas é contratar artistas de renome, para apelar ao público geral.

 

O ciclo de doze eventos irá decorrer de setembro a novembro deste ano, entre sexta, sábado e domingo, realizando-se um dia em cada aldeia. Cada evento será dedicado a uma atividade cultural, que pode variar entre artes performativas, música, ou instalação audiovisual. Cada atividade será apresentada num espaço exterior ou interior, de relevância patrimonial, e onde seja possível o controlo do acesso de público e a aplicação de medidas sanitárias adequadas. De modo a dar a conhecer as 12 aldeias durante o ciclo – dentro do limite de pessoas a definir -, as Aldeias Históricas de Portugal vão criar pacotes de fim-de-semana com “espetáculo + dormida + refeição” com uma rede de alojamentos que venha a associar-se à iniciativa.

 

Almeida, Belmonte, Castelo Mendo, Castelo Novo, Castelo Rodrigo, Idanha-a-Velha, Linhares da Beira, Marialva, Monsanto, Piódão, Sortelha e Trancoso integram a redes das Aldeias Históricas de Portugal. “Um destino que são 12” não-massificado, com uma oferta sem igual em lazer, aventura, História, património, cultura, gastronomia, vinhos, natureza e wellness, longe do bulício das cidades.

 

VEJA TAMBÉM: DESCOBERTA NOVA PORTA DE ORIGEM ROMANA NA ALDEIA HISTÓRICA DE IDANHA-A-VELHA

 

Calendário Ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa” (6 de setembro a 7 de novembro 2020):

6 de setembro 2020: Castelo Rodrigo
12 de setembro 2020: Linhares da Beira
19 de setembro 2020: Belmonte
25 de setembro 2020: Trancoso
26 de setembro 2020: Marialva
2 de outubro 2020: Castelo Mendo
3 de outubro 2020: Almeida
4 de outubro 2020: Piódão
17 de outubro 2020: Sortelha
24 de outubro 2020: Castelo Novo
31 de outubro 2020: Idanha-a-Velha
7 de novembro 2020: Monsanto

 

VEJA TAMBÉM:  UM PÉRIPLO PELAS CINCO ALDEIAS DE XISTO DA SERRA DO AÇOR

 

Sobre a Rede das Aldeias Históricas de Portugal:

Perdidas entre montes e vales da verdejante paisagem do interior de Portugal, repletas de lendas e castelos, sabores e tradições, há 12 singelas aldeias onde apetece perdermo-nos, para nunca mais nos encontrarmos. Almeida, Belmonte, Castelo Mendo, Castelo Novo, Castelo Rodrigo, Idanha-a-Velha, Linhares da Beira, Marialva, Monsanto, Piódão, Sortelha e Trancoso: as Aldeias Históricas de Portugal, um destino que são 12, são paraísos escondidos que nos levam numa viagem ao tempo de reis e rainhas, épicas e infinitas batalhas que escreveram a História como a conhecemos hoje.

 

Viajar até às Aldeias Históricas de Portugal é, assim, descobrir a História de um país de temerários conquistadores, através das pedras das suas calçadas e das suas frondosas muralhas e castelos, orgulhosa e imponentemente erguidos. É, ainda, a garantia de momentos inesquecíveis de lazer, aventura e descoberta, temperados com os inigualáveis aromas e sabores da região, que compõem a sua típica gastronomia. No território das Aldeias Históricas de Portugal há um sem fim de trilhos para caminhadas e percursos de bicicleta e BTT – como a Grande Rota 22 (GR), a maior rota de Walking & Cycling em Portugal, com cerca de 600 km.

As Aldeias Históricas de Portugal são o primeiro destino em rede – à escala mundial –, e o primeiro destino nacional a receber a certificação BIOSPHERE DESTINATION. A Grande Rota das Aldeias Históricas de Portugal (GR22) é a maior rota europeia para caminhadas com selo Leading Quality Trails – Best of Europe, entregue pela European Ramblers Association (Associação Europeia de Caminhada).

 

Artigo anterior

Diamantes: porque são as pedras mais valiosas do mundo?

Próximo artigo

Rotinas de saúde que fazem a diferença