Home»BEM-ESTAR»SAÚDE»Afinal, o que é a obesidade?

Afinal, o que é a obesidade?

No Dia Nacional da Luta contra a Obesidade e Dia Europeu da Obesidade, assinalados ambos a 20 de maio, explicamos o que é esta condição e porque já é considerada uma pandemia, segundo a OMS. Dados revelados pela Sociedade Portuguesa para o Estudo da Obesidade.

Pinterest Google+

A obesidade é reconhecida como doença pelas organizações de saúde incluindo a Organização Mundial da Saúde (OMS) e é definida como uma acumulação excessiva de gordura prejudicial para a Saúde. É uma doença crónica, complexa e multifatorial influenciada por fatores fisiológicos, ambientais, socioeconómicos e genéticos.

 

Atualmente, estima-se que os custos com a obesidade representem 8% do orçamento total de saúde da Europa. No total de custos diretos com a doença, os países da União Europeia despendem 59 mil milhões de euros por ano.

 

A obesidade acontece quando a ingestão calórica excede o consumo energético do corpo. O impacto fisiológico deste desequilíbrio energético sobre o peso corporal pode ser diferente de pessoa para pessoa, pela influência de fatores genéticos, físicos e ambientais. Estudos recentes identificaram alguns fatores fisiológicos como tendo um papel central no desenvolvimento da obesidade, tais como os sistemas de controlo do apetite e experiências vividas na infância.

 

Veja também: Novo medicamento contra a obesidade chega a Portugal

 

Como se mede a obesidade?

A obesidade é, frequentemente, medida através do índice de massa corporal (IMC), uma estimativa entre a gordura corporal e a altura e peso de cada pessoa. A obesidade é classificada com um IMC superior a 30kg/m2 e está subdividida em três classes (Classe I, II, III) dependendo do nível de IMC acima de 30kg/m2.

Excesso de peso e obesidade segundo o IMC:

Classificação IMC (kg/m2) Baixo peso  < 18,5

Peso normal ≥ 18,5 e < 25

Excesso de peso ≥ 25 e < 30

Obesidade ≥ 30

Obesidade classe I ≥ 30 e < 35

Obesidade classe II ≥ 35 e < 40

Obesidade classe III ≥ 40

 

Veja também: Federação Mundial da Obesidade declara obesidade como doença crónica

 

Os números da obesidade no mundo

A prevalência da obesidade tem aumentado a um nível alarmante em todos os continentes. De a cordo com a Organização Mundial de Saúde, a obesidade alcançou as proporções de pandemia, com mais de 1,9 biliões de adultos (acima dos 18 anos) com excesso de peso. Deste grupo, mais de 600 milhões de pessoas são obesas.

 

A nível mundial, a obesidade quase que duplicou desde 1980. Na Europa a obesidade afeta entre 10% a 30% da população. O aumento global da prevalência da obesidade é um problema de saúde pública com grandes custos para os sistemas de saúde. Estima-se que mais de 50% da população mundial será obesa em 2025 se não forem adotadas medidas em contrário. A obesidade é, por isso, considerada pela Organização Mundial de Saúde como a epidemia global do século XXI.

Artigo anterior

Sete maneiras de usar livros como objeto decorativo

Próximo artigo

Novo medicamento contra a obesidade chega a Portugal