Home»ATUALIDADE»EDITORIAL»Abriu a época dos festivais

Abriu a época dos festivais

Pinterest Google+
PUB

Eu ainda sou do tempo em que não havia festivais. E sou do tempo em que se lançou o primeiro festival nos moldes do que viria a ser a panóplia que temos hoje. Salvo erro, foi Paredes de Coura, em 1993. Nunca lá fui.

 

Hoje em dia, temos uma oferta alargada de festivais de música, que arrancam em maio, quando de dois em dois anos há o Rock in Rio, ou já no verão, nos outros anos. E há festivais para todos os gostos e em todo o país. E ainda bem.

 

Bem me lembro de ser raro vir uma estrela planetária a Portugal. Hoje em dia, temos várias visitas ao ano. Só no Rock in Rio, vão estar Bruce Springsteen, Queen… Bem há pouco tempo passaram por cá os AC/DC, com Axl Rose… refiro-me a estas estrelas globais e conhecidas de toda a gente. E Portugal já é ponto de passagem de muitos cantores e bandas de alto gabarito que completam a oferta.

 

O conceito de festival é interessante. Porque ‘a união faz a força’, muitas bandas juntas conseguem criar um ambiente de espetáculo e entretenimento que capta o interesse de uma massa muito maior. E isto é bom para o negócio, e é bom para os visitantes. Não sei quem inventou a fórmula, mas é boa.

 

Por cá, agora é escolher o tipo de festival que mais gosta, cuja personalidade passa pelas bandas, mas também pelo ambiente gerado, pela localização, pelas diversões, etc.. Cada qual com o seu ‘élan’, já fazem parte do calendário de verão de muitos portugueses.

 

Divirta-se.

Artigo anterior

O que se veste na Cidade do Rock

Próximo artigo

Alimente a sua saúde