Home»BEM-ESTAR»CORPO»Abdominais: o que precisa de saber!

Abdominais: o que precisa de saber!

No ginásio, no tapete da sala ou até com aparelhos específicos, os abdominais são muito importantes na rotina de treinos se procura um corpo mais forte e definido. Mas, mesmo sendo realizado de uma forma generalizada por todos, ainda existe muita confusão quanto à sua verdadeira ação. Emagrece? Queima gordura? Torna os músculos mais fortes? De uma forma simples e concisa vou esclarecer acerca desta temática.

Pinterest Google+
PUB

Fazer abdominais vai ‘queimar’ gordura na barriga?

Não! Se pensa que ao fazer abdominais vai ‘queimar’ a gordura na barriga, isso não vai acontecer. Fazer abdominais vai fortalecer os músculos dessa zona, tal como quando treina os músculos de outra área do corpo e não vai ‘queimar’ gordura localizada na mesma.

 

Quer eliminar a gordura? Aposte em exercícios aeróbios, por exemplo: corrida, bicicleta, aulas de grupo com componente aeróbia. Como já falei no artigo anterior, “O Triângulo do Sucesso”, não se esqueça da alimentação, pois tem uma grande importância nesta questão da redução de gordura abdominal.

 

Fazer abdominais vai transformar a gordura em músculo?

A gordura não se vai transformar em músculo. O que vai acontecer ao tornar os músculos fortes é melhorar a circulação sanguínea na região abdominal, melhorar o metabolismo local e, por consequência, a ‘queima’ de gordura.

 

Mas, atenção, este processo é muito subtil, e mais uma vez repito: a redução da gordura é atingida através destes exercícios juntamente com exercícios aeróbios e dieta equilibrada.

 

DICA: Quanto menor a camada de gordura na região abdominal mais salientes ficarão os músculos.

 

Fazer abdominais reduz a gordura visceral?

A gordura visceral é aquela que fica entre os órgãos, como o fígado, rins e coração. Não é por realizar muitos exercícios abdominais que a vai reduzir. Controlo de peso através da alimentação e exercício regular aeróbio é a chave.

 

Pode emagrecer só a fazer abdominais?

Já deve ter percebido que isso não vai acontecer! Os exercícios abdominais isolados têm como foco fortalecer o músculo e não de queimar calorias. A prática de abdominais dura por norma no máximo 15, 20 minutos, enquanto que uma corrida ou caminhada pode ser feita por uma, duas horas. Se exagerar na duração do treino, o músculo entrará em fadiga e sofrerá lesões.

 

Vai ficar com melhor postura?

Parte da musculatura abdominal compõe a região do core – imagine uma cinta, mas interior, que compreende também músculos das regiões lombar, pélvica e do diafragma – cuja principal ação é estabilizar o corpo de uma maneira geral. Por fortalecer a região do abdómen, o exercício ajuda na estabilização e manutenção da postura corporal.

 

Qualquer abdominal vai fortalecer a barriga por completo?

Para atingir o máximo de fortalecimento e resultados deve variar os exercícios de abdominais. O princípio do “One-size-fits-all” não se aplica.

 

Resumindo

Os abdominais são músculos como todos os outros, logo os princípios do treino são aplicados da mesma maneira. Trabalhar os abdominais é muito importante em termos de saúde. Se procura aquela ‘barriguinha lisa’: treine os abdominais, faça uma alimentação de acordo com esse objetivo e não se esqueça de realizar treinos para o corpo todo.

 

Dica de treino: quando estiver a realizar exercícios, não diretamente direcionados para os abdominais, lembre-se sempre de manter o ‘core’ apertado. Vai estar a trabalhar essa zona sem estar a fazer abdominais.

 

BONS TREINOS DE ABDOMINAIS…E NÃO SÓ!

Artigo anterior

Tapada Grande, uma praia fluvial multifacetada

Próximo artigo

Festival de cerveja artesanal regressa a Caminha