Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»À mesa com… a tangerina

À mesa com… a tangerina

Além do conteúdo importante em vitamina C, fósforo e cálcio, a grande característica da tangerina é ser grande fonte de magnésio. Conheça todos os benefícios para a sua saúde, especialmente nesta altura em que o tempo começa a arrefecer.

Pinterest Google+
PUB

A tangeria é uma fruta muito semelhante à laranja, mas mais pequena e espalmada na base. A casca é lisa, tem uma coloração alaranjada e brilhante e é bastante fácil de descascar com as mãos. Vulgarmente é consumida fresca, embora sejam conhecidas as conservas de gomos de tangerinas. A polpa tanto pode ser doce como muito doce.

 

A tangerina é uma fruta que tem muitos apreciadores, até porque existem muitas vantagens, é pequena, fácil de descascar e doce. É indicada para pessoas de qualquer idade e pode ser comida ao meio da manhã, ao lanche, ou como algumas pessoas preferem como sobremesa depois do almoço ou do jantar. É uma fruta rica em vitaminas, principalmente C, ácido fólico, possui sais minerais como potássio e magnésio, e é bastante saudável para o intestino.

 

Como consumir

A tangerina pode ser ingerida na sua forma natural, ou seja, como fruta fresca. Mas também podemos encontrá-la na forma de gelados, sumos e doces (sobremesas). Não é muito calórica, apresentando aproximadamente 40 calorias por 100 gramas.

 

O tipo de fruta mais nutritivo é exactamente aquela tangerina que apresenta características arredondadas, de casca espessa e laranja forte, facilmente removível, e que oferece uma boa quantidade de sumo que é bastante nutritivo, doce e ácido (ao mesmo tempo).

 

Valor nutricional

É uma fruta que apresenta uma grande quantidade de magnésio, uma quantidade razoável de sais minerais (cálcio, fósforo, sódio, potássio e ferro). E apresenta também vitaminas como, por exemplo, A, C e algumas do complexo B.

 

Por curiosidade o exemplo da tangerina prova mais uma vez que é na casca onde estão concentradas maiores quantidades de nutrientes, apresentando neste caso comparativamente em relação ao seu sumo percentagens muito maiores de vitamina A (700%), vitamina B1 (170%), riboflavina (220%), niacina (180%), vitamina C (290%), cálcio (800%), fósforo (140%) e ferro (400%).

 

Nota – o valor nutricional também varia de acordo com a espécie de tangerina.

 

VEJA TAMBÉM: JÁ COMEU FRUTA HOJE? A HORA CERTA PARA O FAZER

 

Benefícios para a saúde

Além do conteúdo importante em vitamina C, fósforo e cálcio, a grande característica da tangerina é de ser grande fonte de magnésio (como já referido anteriormente) para o ser humano. E é sobre a riqueza em magnésio que vou descrever alguns benefícios para a saúde da ingestão de tangerinas.

 

Um adulto contém aproximadamente de 20 a 28 gramas de magnésio, cerca de 60% localizados nos ossos, 26% nos músculos e a restante quantidade está espalhada pelos tecidos moles e pelas células.

 

O magnésio encontrado na tangerina é importante para a síntese das proteínas, contractilidade muscular, excitabilidade do sistema nervoso, além de ser um cofactor fundamental de vários sistemas/complexos enzimáticos, e ajuda ainda a controlar a temperatura corporal.

Este mineral ainda ajuda na:

 

– Acção antiarteriosclerótica

Apresenta uma Acão antiarteriosclerótica, porque intervém favoravelmente no metabolismo lipídico e nos mecanismos de formação e dissolução dos coágulos sanguíneos.

 

– Cálculos renais

Sabe-se que uma alimentação rica em espinafres, laranjas, tangerinas, pêras são parcialmente efectivas na prevenção de cálculos renais principalmente de oxalato de cálcio. A razão pela qual a tangerina previne a formação destes cálculos renais é devido à existência de ácido cítrico.

 

– Magnésio e tiróide

Sabe-se que o hipertiroidismo tóxico está associado a deficiência de magnésio sanguíneo que por sua vez está intimamente relacionado com um balanço negativo deste mineral no organismo. A hormona tiroideia tem uma acção estimuladora no transporte celular do magnésio.

3 tangerinas

 

Resumindo, os benefícios da ingestão de tangerina devido à presença dos vários nutrientes são:

– Aumenta a eficiência física e a resistência do organismo,

– Tem uma ação diurética,

– Melhora o funcionamento do intestino,

– Fortalece o sistema imunitário,

– Favorece a visão,

– Previne a arteriosclerose,

– Fortalece os sistema nervoso,

– Beneficias pessoas que padecem de hipertensão arterial,

– Previne o cancro,

– Ajuda a relaxar e a acalmar,

– Tem uma ligeira acção laxativa,

– Fundamental para o desenvolvimento de dentes e ossos,

– Estimula o crescimento e o apetite,

– Previne e trata os cálculos renais e gota.

 

VEJA TAMBÉM: SABE COMO COMBINAR OS ALIMENTOS? HÁ TODA UMA QUÍMICA POR TRÁS

 

Como comprar

Quando estiver a comprar tangerinas escolha aquelas que não estiveram expostas ao sol durante muito tempo, que tenham uma casca brilhante, não estejam amassadas, nem furadas. A tangerina de boa qualidade deve ser pesada, de cor brilhante e intensa.

 

Como acondicionar

Depois de compradas, por norma, devem ser acondicionadas no frigorífico. O ideal é que as tangerinas possam ser guardadas numa caixa plástica fechada para serem conservadas por um maior período de tempo (entre 2 a 3 semanas).

 

Na culinária

Podem ser feitos os mais variadíssimos pratos/refeições tendo como ingrediente chave a tangerina, por exemplo, doces, sumos, mousses, caldas, bolos, tortas, licores, salada de frutas, geleias, etc.

 

Para concluir…

Este artigo visa elucidar as propriedades da tangerina. Agora está ciente de que esta fruta é pouco calórica, assim como oferece uma infinidade de benefícios à saúde. Coma esta fruta, que é bastante refrescante, quando quiser, sem se preocupar com as calorias e veja a diferença, na sua saúde, passados uns dias.

Artigo anterior

Alforreca gigante circula em exposição sobre reciclagem

Próximo artigo

Países desenvolvidos aumentam financiamento para subdesenvolvidos combaterem alterações climáticas