Home»GLAMOUR»BELEZA»A importância do perfil

A importância do perfil

Sempre que falamos no perfil facial, inevitavelmente as atenções recaem quase sempre no nariz. Efetivamente, o nariz costuma ter um “papel central” no rosto das pessoas e pode ser o foco de toda a nossa atenção. Contudo, não raras vezes a atenção deveria ser desviada para o mento, ou seja, para a zona do queixo e mandíbula.

Pinterest Google+

É uma mudança de paradigma, se assim o posso chamar, que nos leva a verificar qual a zona em que deveremos atuar para que o paciente obtenha a harmonia facial que deseja. Para muitos destes pacientes esta alternativa é um “choque” dado que durante muito tempo, por vezes anos, julgaram que o problema seria certamente o nariz.

 

O formato do queixo e consequentemente da mandíbula tem uma influência notável sobre a aparência geral da face e do pescoço, pelo que equilibrar esta zona pode ter efeitos positivos noutras áreas que o paciente pretende e ser a solução para as suas expectativas.

 

Se está perante um caso em que gostaria de equilibrar o seu perfil, fale com o seu médico-cirurgião para avaliar quais as melhores soluções para si pois, como explicado acima, a fonte do problema a corrigir nem sempre é a área que o paciente julgava.

 

VEJA TAMBÉM: RINOPLASTIA: DESCUBRA COMO TER O NARIZ IDEAL

 

No caso de o ajuste facial ter de se centrar então na mandíbula e nos casos de retrognatismo – definição para queixos retraídos – uma das decisões pode ser a mentoplastia através da colocação de um implante de silicone no mento, ou seja, no queixo. Outra hipótese poderá ser a colocação de gordura do próprio organismo da pessoa através da técnica de lipofilling em que retiramos gordura de outra zona corporal do paciente que é posteriormente tratada e recolocada no queixo. Com esta técnica diminuímos as hipóteses de rejeição dado que é gordura do nosso próprio organismo. Para além da prótese ou da utilização de gordura, podemos ainda considerar a mobilização óssea como alternativa.

 

Para a realização da mentoplastia é necessária a elaboração de um estudo ósseo e visual do rosto como um todo, para definição da forma e tamanho da prótese para a sua posterior colocação de forma a melhorar a aparência facial de forma natural. Na mentoplastia será necessária anestesia local associada a sedação ou anestesia geral e tem a duração de uma hora. No pós-operatório deverá evitar durante duas semanas a realização de atividades físicas e pode retornar ao trabalho uma semana após a realização da cirurgia.

 

Para um equilíbrio total do rosto casos há em que tem de se associar à mentoplastia uma lipoaspiração da papada para que haja uma maior definição dos seus contornos e consequentemente para que os ângulos fiquem mais visíveis e para que o resultado seja mais impactante.

 

VEJA TAMBÉM: A BELEZA NÃO TEM IDADE: CONSIGA UM ROSTO MAIS JOVEM AOS 50 ANOS

 

Não obstante esta associação, há ainda situações em que se aconselha a realização mútua de mentoplastia com uma rinoplastia para se atingir as expectativas do paciente em pleno. Em ambos os casos passamos para a combinação de cirurgias em que terá de haver outro tipo de anestesia e cuidados pós-operatórios mais efetivos, como drenagens linfáticas no caso da lipoaspiração, suspender a atividade física durante cerca de 5 semanas no caso da rinoplastia, evitando ainda em ambas a exposição solar e tendo cuidados redobrados na cicatrização.

 

Ao longo de vários anos na área, é também evidente a existência de situações em que estamos perante prognatismo – queixo pronunciado ou “saído” – casos estes que são de diagnóstico mais evidente. Precisamente o contrário que foi abordado anteriormente. Para o solucionar a cirurgia é diferente visto que teremos que atuar na parte óssea do paciente. Certamente que há casos em que teremos de associar uma rinoplastia a uma mentoplastia e mesmo a uma lipoaspiração da papada para uma harmonização facial total.

 

Em modo de resumo, qualquer que seja o caso cuja expectativa do paciente seja melhorar o seu perfil, é possível otimizar a aparência facial que pode passar pela mentoplastia e definição do contorno da mandíbula, a colocação de gordura para aumento de volume no mento, cirurgia óssea para diminuição ou aumento do queixo, complementando com rinoplastia. O objetivo é obter sempre um perfil natural através de uma face equilibrada e totalmente em harmonia.

Artigo anterior

Sete passos até à promoção (segundo uma gestora de carreiras)

Próximo artigo

Guia de sobrevivência a constipações e gripes