Home»BEM-ESTAR»COMPORTAMENTO»A importância de os adultos celebrarem os aniversários

A importância de os adultos celebrarem os aniversários

Assinalar a data em que nascemos equivale à celebração da própria vida. Para além da diversão, de fomentar a alegria, contribui para o nosso equilíbrio emocional…

Pinterest Google+

Quando era mais nova, lembro-me de durante meses falar sobre o meu aniversário, da festa que ia fazer, dos presentes que gostaria de receber. Começava logo em junho no aniversário do meu pai e não me calava até a chegar o dia de hoje. Era um momento único, emocionante e divertido pelo qual esperava ansiosamente. Sentia-me especial, era um dia mágico.

 

À medida que fui crescendo, não deixei que a data perdesse o seu significado mágico e nunca perdi a vontade de o celebrar. Embora o valor desta data fosse tendo diferentes significados, nunca deixei de assinalar o dia, afinal independentemente da minha idade celebrava a vida, algo que em si é verdadeiramente especial.

 

Recordo em cada aniversário que estou a envelhecer, a ficar “velhota”, mas recordo também as conquistas pessoais e profissionais alcançadas no último ano. Sinto que este dia é o meu dia, o “Dia da Vera”, a única festa do ano em que o motivo da celebração sou eu.

 

Este ano, a Covid-19 pregou-nos a todos uma valente partida, a vida como a concebíamos não é agora a mesma, a realidade mudou, tudo e todos estamos diferentes. Mas o que é uma pandemia comparado com o “milagre da vida”? Não podemos deixar de assinalar a data, urge celebrar, de forma diferente é certo, mas igualmente especial, afinal é um dia único.

 

Mas qual a importância de celebrar?

Celebrar o aniversário simboliza a celebração da nossa própria vida, uma altura fantástica para fazer balanços, avaliar o que alcançámos e seguir com tenacidade rumo à concretização de sonhos e desejos, fortalecendo a consciência de quem somos e a fase do percurso de vida em que nos encontramos.

 

Do ponto de vista psicológico, a consciência da finitude de um ano, pode simbolizar um verdadeiro incentivo para recomeçar e cumprir o nosso propósito, vivendo em sintonia com o que sentimos e desejamos, sermos autênticos. Funciona como um verdadeiro bálsamo para a resiliência e potencia o equilíbrio emocional e psíquico.

 

A forma de como comemorar deixo ao seu gosto e vontade, afinal é o seu dia. O único requisito obrigatório é que o assinale.  Só preciso que comemore mais um ano de oportunidades, de experiências, de superação de desafios, voltas e reviravoltas inesperadas, altos e baixos.

 

Pense nisso!

 

 

Artigo anterior

Lourinhã: Quinzena Gastronómica junta o cheirinho da aguardente ao melhor da gastronomia portuguesa

Próximo artigo

Doce de abóbora com nozes: aprenda a faze-lo