Home»GLAMOUR»BELEZA»A importância das drenagens linfáticas e da recuperação pós-operatória

A importância das drenagens linfáticas e da recuperação pós-operatória

Este tratamento ajuda a reduzir o inchaço causado pela cirurgia, uma vez que acelera a recuperação do paciente contribuindo para diminuir o processo inflamatório.

Pinterest Google+
PUB

A drenagem linfática é uma massagem realizada por um profissional técnico certificado, que efetua movimentos suaves com o objetivo de estimular e facilitar a eliminação de toxinas do organismo.

 

É um procedimento de extrema importância no tratamento pós-operatório de várias cirurgias plásticas, tais como a lipoaspiração, abdominoplastia, mamoplastia, entre outras. Este tratamento ajuda a reduzir o inchaço causado pela cirurgia, uma vez que acelera a recuperação do paciente contribuindo para diminuir o processo inflamatório.

 

VEJA TAMBÉM: QUE CUIDADOS DEVE TER APÓS UMA MAMOPLASTIA DE AUMENTO?

 

O que é a drenagem linfática no pós-operatório e quais os principais benefícios?

A drenagem linfática é de máxima importância após uma intervenção cirúrgica. É uma técnica de terapia manual que tem como objetivo facilitar a circulação da linfa e a sua posterior eliminação do organismo.

 

Esta técnica usada em pós-operatório irá ajudar a eliminar as toxinas do corpo, reduzindo o inchaço e aliviando as dores. Permite também evitar as indesejadas fibroses, que podem formar-se ao longo do processo de cicatrização.

 

Muitas pacientes questionam-me se a drenagem linfática é dolorosa. Devo dizer que as sessões de drenagem são momentos de relaxamento, não são dolorosas. Poderá ter total confiança no tratamento.

 

Quando se deve iniciar e qual a duração do tratamento?

Não obstante todos os benefícios da drenagem linfática pós-operatória, esta técnica não deverá realizada sem autorização médica. É sempre necessário avaliar junto do seu médico se a realização da drenagem linfática no momento pós-operatório é o mais indicado para si para evitar complicações cirúrgicas. Exponha todas as suas dúvidas e siga as recomendações do seu médico, é muito importante não descurar a necessidade de supervisão médica ao longo do tratamento.

 

Cada tipo de cirurgia apresenta um tempo de recuperação diferente e essa janela temporal varia igualmente de acordo com as características de cada paciente. Assim, não existe um momento certo para iniciar a realização da drenagem linfática. No entanto, é fundamental aconselhar-se com profissionais especializados nesta técnica para garantir que o procedimento é realizado em segurança. Desta forma, é indispensável conversar com o médico e informar-se antes de realizar os tratamentos.

 

A duração do tratamento varia de paciente para paciente. Deste modo, é o seu corpo que irá ditar quantas sessões precisa. Se a sua resposta for positiva, então o número de sessões poderá ser mais curto. Contudo, o número de sessões depende sempre do tempo que o seu corpo demorar até recuperar completamente.

Artigo anterior

ONU atribui maior galardão de proteção ambiental a quatro transformadores

Próximo artigo

Beber café associado à diminuição do risco de insuficiência cardíaca