Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»5 passos para fazer um detox ao armário

5 passos para fazer um detox ao armário

Há inúmeras vantagens em diminuir o tamanho do closet, principalmente para a cabeça: menos opções permitem melhores e mais fáceis decisões.

Pinterest Google+
PUB

Essa sensação de leveza de, simplesmente, arejar o armário pode ser uma coisa simples e até fútil, mas melhora muito a nossa vida diária, abrange outras áreas e é mais profundo do que apenas o armário.

 

Abdicar de peças de roupa, fazer escolhas, criar espaço, dá mesmo essa sensação de ‘ar puro’ e permite clarificar as nossas próprias decisões, na roupa e na vida.  É mesmo isto tudo.

 

Porque eu quero que também vocês apliquem no vosso armário os meus ensinamentos e porque o detox está tão na moda, deixo-vos aqui os 5 passos para fazerem uma verdeia dieta de desintoxicação, aqui com quilos perdidos garantidos, no vosso guarda-roupa:

 

1 – Começar numa ponta do armário e analisar peça a peça! Sim, todas e uma de cada vez. Com experimentação à mistura para garantir que as peças ainda vos assentam bem, o tamanho é o correto, etc. Analisem também a qualidade – a existência ou não dos chatos dos borbotos, se as peças estão desbotadas, com manchas, ou seja, se o uso ou algum acidente as tornam não usáveis, na rua e em casa. Não precisam de andar com aquelas peças velhas por casa, podem usar coisas giras também no conforto do lar.

 

E aqui é também a hora de tomar decisões – ainda gosto disto? Faz sentido para o meu estilo de vida atual? Cumpre os meus objetivos? Favorece-me? Uso com frequência ou vejo-me a voltar a usar? É fácil de conjugar? Se a resposta for não, ponham de lado.

 

Para fazer a triagem e, principalmente, se querem reduzir os inquilinos no armário, ajuda definirem um número máximo por tipo de peças, por exemplo, 10 calças, 5 casacos, 7 pares de sapatos… o que está a mais é para colocar de parte.

Artigo anterior

Ataque aos saldos!

Próximo artigo

Destinos para viajar de balão